Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

quinta-feira, 31 de março de 2011

Introdução ao Projeto de Pesquisa Científica - Franz Victor Rudio



Introdução ao Projeto de Pesquisa Científica - Franz Victor Rudio

Neste livro, o autor descreve, de modo abrangente, o que é pesquisa, quais as bases lógicas sobre as quais ela se assenta, e os significados e modalidades de observação.

Download do livro: Clique aqui!

Galileu e Platão - Alexandre Koyré



Galileu e Platão - Alexandre Koyré

Alexandre Koyré nasceu em 1892 na Russia, mas cresceu na França. Estudou em Göttingen, na Alemanha, com David Hilbert e Edmund Husserl. Teve a sua tese rejeitada por Husserl, o que o fez retornar a França.

Koyré era um platônico e, como tal, se interessou em estudar a história das ideias científicas. E foi como platônico que ele interpretou Galileu. Seus Estudos Galileanos mostram um Galileu que da enfase na experiência mental, um Galileu que já sabe o resultado da experiência antes mesmo de a realizar. Com efeito, Koyré se apegou tanto a esta metodologia que em certo ponto chegou a dizer que “a boa física é feita a priori, teoria precede o fato, a experiência é inútil por que antes de qualquer experiência já estamos de posse do conhecimento que estamos buscando”.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Semiótica - Charles Sanders Peirce



Semiótica - Charles Sanders Peirce

Charles Sanders Peirce licenciou-se em ciências e doutorou-se em Química em Harvard. Ensinou filosofia nesta universidade e na Universidade Johns Hopkins. Foi o fundador do Pragmatismo e da ciência dos signos, a semiótica. Antecipou muitas das problemáticas do Círculo de Viena. A Semiótica Peirciana pode ser considerada uma Filosofia Científica da Linguagem. A Fenomenologia é a ciência que permeia a semiótica de Peirce, e deve ser entendida nesse contexto. Para Peirce, a Fenomenologia é a descrição e análise das experiências do homem, em todos os momentos da vida. Nesse sentido, o fenômeno é tudo aquilo que é percebido pelo homem, seja real ou não.
O reconhecimento da extraordinária importância do pensador e da obra de Charles Sanders Peirce em quase todos os campos das ciências, e sobretudo nos da humanas, deu-se com certo atraso em nosso meio. Só por volta das décadas de 1960 e 1970 seu nomee seu trabalho ganharam maior circulação, exame e aplicação entre os estudiosos e críticos, por exemplo, da literatura, das artes, antropologia, sociologia, psicanálise, psicologia e arquitetura, nas universidades e nas revistas especializadas brasileiras. Mas, desde então, tornou-se um saber e um instrumento indispensáveis para a pesquisa e análises sistemáticas. Esta obra traz uma ampla coletânea de seus escritos, cuidadosamente selecionados e traduzidos.

Download do livro: Clique aqui!

Gênese e Estrutura ee O Capital de Karl Marx - Roman Rosdolsky



Gênese e Estrutura ee O Capital de Karl Marx - Roman Rosdolsky

Com erudição, precisão e elegância, Roman Rosdolsky reconstitui o percurso intelectual do Marx da maturidade, acompanhando passo a passo a construção de sua crítica da economia política através de uma cuidadosa leitura comparativa entre os Grundrisse, as Teorias sobre a mais-valia e O capital. Recupera e reinterpreta as idéias de um gigante do pensamento, demonstrando que sua obra, ao contrário das aparências, é cada vez mais atual.


Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 29 de março de 2011

Cultura de Massas no Século XX: Neurose - Edgar Morin



Cultura de Massas no Século XX: Neurose - Edgar Morin

Edgar Morin aborda os anos 1960-1965 e analisa as conseqüências sociais, psicológicas e espirituais da penetração da cultura de massas no mundo ocidental, focalizando os mitos, produzidos industrialmente, que condicionam os valores existenciais do público consumidor, transformando a mitologia da felicidade numa problemática da felicidade. O termo neurose ganha aqui um novo sentido: além de mal do espírito, passa a designar também um compromisso entre esse mal e a realidade, através de fantasias, mitos e ritos. Segundo as próprias palavras de Morin, este livro propõe um passeio pelas avenidas da cultura de massas.

Download do livro: Clique aqui!

Textos, Volume II: Discurso diante da sepultura de Marx - Friederich Engels



Textos, Volume II: Discurso diante da sepultura de Marx - Friederich Engels

Principal colaborador de Karl Marx, Engels desempenhou papel de destaque na elaboração da teoria comunista, a partir do materialismo histórico e dialético. Nasceu em 28 de novembro de 1820 e morreu em 5 de agosto de 1895. Era mais velho de nove filhos de um rico industrial de Barmen - Alemanha.
Na juventude, fica impressionado com a miséria em que vivem os trabalhadores das fábricas de sua família. Fruto dessa indignação, Engels desenvolve um detalhado estudo sobre a situação da classe operária na Inglaterra.
Neste livro, são expostas várias notas sobre o célebre livro "O Capital", um texto de Engels lido no funeral de Marx, entre vários outros.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Introdução a Estudos de Fonologia do Português Brasileiro - Leda Bisol



Introdução a Estudos de Fonologia do Português Brasileiro - Leda Bisol

A língua constitui o meio mais completo de comunicação entre as pessoas. De uso diário, inclusive por crianças pequenas, é tão natural como parte integrante da vida humana, que passa despercebida a complexidade que a caracteriza. Desse saber natural que leva o falante a fazer o uso correto de sistemas complexos é que os diferentes capítulos deste livro tratam, no que diz respeito à organização interna dos sons, sua movimentação em regras e processos.

Download do livro: Clique aqui!

A Violência Totalitária - Michel Maffesoli



A Violência Totalitária - Michel Maffesoli

Defensor da potência contra o poder, Maffesoli resume o livro com precisão: "A violência do Estado contra a força vital da socialidade". Trata-se de uma obra fundamental para compreender a astúcia do poder nas sociedades orientadas pelo marxismo, e as artimanhas da dominação no mundo liberal. Ninguém escapa da genealogia incisiva traçada num livro destinado a defender única e exclusivamente a liberdade.
Há nas ciências humanas, em geral, uma apologia do passado. O mesmo vale em literatura. Somente os pensadores e escritores de antes, de um tempo mítico, atingiriam um patamar superior de compreensão e de expressão da vida. Isso se explica por um efeito de erudição, de nostalgia e de distorção. Michel Maffesoli prova que se pode pensar, aqui e agora, com pertinência e brilhantismo. Em tempos de horror ao neoliberalismo, eis um livro capaz de revelar todos os mecanismos do "totalitarismo suave", as democracias representativas da atualidade.

Download do livro: Clique aqui!

domingo, 27 de março de 2011

À Espera de um Milagre - Stephen King



À Espera de um Milagre - Stephen King

Este romance perturbador, que deu origem ao filme estrelado por Tom Hanks, é considerado pela crítica americana um dos melhores livros do mestre do suspense e do terror, Stephen King. Conta a história de um ex-guarda de presídio, que enxerga na saga de um condenado à cadeira elétrica todo o drama e os dilemas do homem moderno.

Download do livro: Clique aqui!

Didática e Interdisciplinaridade - Ivani Fazenda



Didática e Interdisciplinaridade - Ivani Fazenda

Os textos aqui reunidos se inserem no campo das novas tendências em interdisciplinaridade.Em busca de um projeto antropológico para a educação, firma-se como campo preferencial das pesquisas na área a formação de professores com base no cotidiano de suas práticas e rotinas. Centros de referência nos Estados Unidos, no Canadá, na Europa e no Brasil têm realizado revisões conceituais, metodológicas e práticas. Conceitos pouco explorados na educação como ética, estética, memória e temporalidade já fazem parte do universo discursivo e de pesquisa da interdisciplinaridade. Altera-se com isso o macroconceito do que é ser professor, que passa a ser analisado sob a égide da ambiguidade, da ruptura, dos pontos de inflexão.O objetivo comum aos autores desta coletânea foi o de enfrentar um dos mais recentes paradoxos que a educação contempla: a longevidade das questões da didática e o ineditismo das proposições da interdisciplinaridade

Download do livro: Clique aqui!

sábado, 26 de março de 2011

As Paixões e os Interesses - Albert O. Hirschman



As Paixões e os Interesses - Albert O. Hirschman

Para Albert O. Hirschman, a história do pensamento econômico está fundamentada na crença de que o capitalismo desperta certas tendências benignas do homem à custa de algumas malignas. Inspirado pelo argumento de Montesquieu, que associava as paixões à maldade das pessoas, tendo elas, ao mesmo tempo, “interesse em não sê-lo”, Hirschman apresenta em AS PAIXÕES E OS INTERESSES uma análise original e transdisciplinar que transcende a Economia. Ao lidar com a história das idéias na sociedade capitalista, o autor nos mostra os fundamentos ideológicos do capitalismo de uma forma inovadora, apesar de os conceitos básicos destes remontarem a mais de duzentos anos. Para ilustrar o seu complexo painel de idéias, Hirschman visita imagens clássicas, como a do Mefisto no Fausto de Goethe, quando este se autodefine como “uma parcela daquela força que sempre determina o mal e sempre produz o bem”. Hirschman oferece aqui uma nova interpretação para a ascensão do capitalismo, que enfatiza as continuidades entre o velho e o novo, em contraste com a hipótese da brusca ruptura, característica tanto do pensamento marxista quanto do weberiano. Para retratar esta lenta mudança ideológica, Hirschman se baseia nas obras de vários pensadores, destacando sir James Steuart e Adam Smith. Ao contrário de obras importantes como The Strategy of Economic Development, que serviu a Hirschman para contestar teorias diversas sobre o equilíbrio econômico, este ensaio não pretende, segundo o próprio autor, contradizer qualquer outra tese intelectual em particular.

Download do livro: Clique aqui!

Participação e Teoria Democrática - Carole Pateman



Participação e Teoria Democrática - Carole Pateman

Neste livro, Carole Pateman detém-se num problema essencial para a teoria democrática contemporânea - qual o lugar da 'participação' em uma teoria da democracia moderna no contexto de uma sociedade industrializada? Para responder a essa questão, a autora retoma teóricos clássicos - Jean-Jacques Rousseau e John Stuart Mill - além da obra de G. H. Cole.

Download do livro: Clique aqui!

sexta-feira, 25 de março de 2011

A Vida Fragmentada: Ensaios Sobre a Moral Pós-Moderna - Zygmunt Bauman



A Vida Fragmentada: Ensaios Sobre a Moral Pós-Moderna - Zygmunt Bauman

A Vida Fragmentada prossegue os temas explorados no estudo de Zygmunt Bauman, Ética Pós-Moderna, descrito por Richard Sennett como o “maior evento na teoria social”. A nossa nova era, defende Bauman, pode representar mais um despertar do que um declínio da ética, independentemente da falsa consciência vinculada pela modernidade.Estes temas são desenvolvidos na análise profusamente argumentada da ética pós-moderna e da moralidade. A Vida Fragmentada é uma contribuição brilhante para o pensamento social contemporâneo que deve ser amplamente lida e discutida.

Download do livro: Clique aqui!

História como Sistema e Mirabeau ou o Político - José Ortega y Gasset



História como Sistema e Mirabeau ou o Político - José Ortega y Gasset

José Ortega y Gasset (Madrid, 9 de maio de 1883 — Madrid, 18 de outubro de 1955) foi um filósofo espanhol. Também atuou como ativista político e como jornalista. Famosa frase: "Debaixo de toda vida contemporânea se encontra latente uma injustiça."
No prefácio à obra História como Sistema, de Ortega y Gasset, a maioria do tempo o filósofo espanhol foi uma espécie de educador do seu povo, a partir de uma profunda convicção de que o que importa, antes de tudo, é a lucidez e a compreensão do mundo para operar nele.

Download do livro: Clique aqui!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil - Leandro Narloch



Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil - Leandro Narloch

Este livro defende que existe um esquema repetido para contar a história do Brasil, onde basta misturar chavões, mudar datas ou nomes. Nesse livro, o jornalista Leandro Narloch prefere adotar uma postura diferente que vai além dos mocinhos e bandidos conhecidos.

Download do livro: Clique aqui!

Os Fundamentos Racionais e Sociológicos da Música - Max Weber



Os Fundamentos Racionais e Sociológicos da Música - Max Weber

Único texto resultante de um projeto maior de Weber de dedicar-se à sociologia da arte, este livro retoma a sua discussão do racionalismo ocidental, aplicando-a ao estabelecimento de um paralelo entre a música do Ocidente e as de outros contextos culturais. A argumentação se desenvolve através de temas como a questão do temperamento musical e o aprimoramento do processo de construção de instrumentos musicais.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 23 de março de 2011

O Elo - Colin Tudge



Elo - Colin Tudge

Por mais de um século, os cientistas têm se esforçado para desvendar a evolução humana e lutado contra as dificuldades que isso implica. Agora, diante de uma descoberta surpreendente, tudo o que imaginávamos saber a respeito da origem dos primatas pode mudar tudo. Guardada em local seguro, um dos mais famosos museus de história natural do mundo, está a descoberta científica do século: o fóssil, em perfeito estado de conservação, de um primata mais velho do que Lucy - até então o mais famoso dos fósseis. Mantido em segredo até o momento, o fóssil batizado de "Ida" pelos pesquisadores que verificaram incansavelmente sua procedência, é o mais completo exemplar de que se tem notícia. Com 47 milhões de anos, Ida reescreve a história de nossos ancestrais mais antigos. O fato de seu esqueleto estar praticamente completo é inédito; afinal, tudo o que sabemos sobre a evolução humana vem de fósseis parciais ou mesmo de pedaços de ossos, e Ida oferece muito mais do que isso: desde inacreditáveis "vestígios de pele" até seu conteúdo estomacal. No entanto, curiosamente, sua descoberta e até mesmo sua existência por pouco não vieram a público.

Download do livro: Clique aqui!

Ratos e Homens - John Steinbeck



Ratos e Homens - John Steinbeck

George e Lennie são dois amigos bem diferentes entre si. George é baixo e franzino, porém astuto, e Lennie é grandalhão, uma verdadeira fortaleza humana, mas com a inteligência de uma criança. Só o que os une é a amizade e a posição de marginalizados pelo sistema, o fato de serem homens sem nada na vida, sequer família, que trabalham fazendo bicos em fazendas da Califórnia durante a recessão econômica americana da década de 30. Ganham pouco mais do que comida e moradia. No caminho, encontram outros sujeitos pobres e explorados, mas também situações que colocam em risco a sua miserável e humilde existência. Em ‘Ratos e homens’, Steinbeck levou à maestria sua capacidade de compor personagens tão cativantes quanto realistas e de, ao contar uma história específica, falar de sentimentos comuns a todos seres humanos, como a solidão e a ânsia por uma vida digna.

Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 22 de março de 2011

Terra em Ebulição - Immanuel Velikovsky



Terra em Ebulição - Immanuel Velikovsky

"Terra em Ebulição" trata das grandes alterações sofridas pelo nosso planeta em tempos pré-históricos e apresenta o depoimento de testemunhas mudas: as rochas e os esqueletos fossilizados. Embora os cientistas convencionais não aceitassem as teorias de Velikovsky sobre a história da terra, vê-se hoje que suas idéias são comprovadamente verdadeiras.

Download do livro: Clique aqui!

Minimanual Compacto de Geografia Geral - Carlos Alberto Schneeberger & Luiz Antonio Farago



Minimanual Compacto de Geografia Geral - Carlos Alberto Schneeberger & Luiz Antonio Farago

O Minimanual Compacto de Geografia Geral apresenta textos com linguagem clara e objetiva, informações atualizadas, gráficos, tabelas, mapas, textos complementares e exercícios de vestibulares no final de cada capítulo, além de uma análise inovadora e abrangente sobre os aspectos naturais, socioeconômico e cultural do espaço geográfico mundial.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Introdução ao Pensamento Filosófico - Karl Jaspers



Introdução ao Pensamento Filosófico - Karl Jaspers

Karl Theodor Jaspers (Oldenburg, 23 de fevereiro de 1883 - Basiléia, 26 de fevereiro de 1969) foi um filósofo e psiquiatra alemão. O pensamento de Jaspers foi influenciado pelo seu conhecimento em psicopatologia e, em parte, pelas doutrinas de Kierkegaard e Nietzsche. Sempre teve interesse em integrar a ciência ao pensamento filosófico na medida em que, para Jaspers, as ciências são por si só insuficientes e necessitam do exame crítico que só pode ser dado pela filosofia. Esta, por sua vez, deve basear-se numa elucidação, a mais completa possível, da existência do homem real, e não da humanidade abstrata. O resultado das reflexões de Jaspers sobre o tema foi a primeira formulação de sua filosofia existêncial. O existencialismo (ou filosofia da existência) constitui, segundo Jaspers, o âmbito no qual se dá todo o saber e todo o descobrimento possível. Por isso a filosofia da existência vem a constituir-se numa metafísica. A existência, em qualquer de seus aspectos, é precisamente o contrário de um "objeto", pois pode ser definida como "o que é para si encaminhada". O problema central é como pensar a existência sem torná-la objeto. A existência humana é entendida como intimamente vinculada à historicidade e à noção de situação: o existir é um transcender na liberdade, que abre o caminho em meio a um conjunto de situações históricas concretas. Jaspers preocupou-se em estabelecer as relações entre existência e razão, o que levou-o a investigar em profundidade o conceito de verdade. Para ele, a verdade não é entendida como característica de nenhum enunciado particular: é antes uma espécie de ambiente que envolve todo o conhecimento.

Download do livro: Clique aqui!

Gulag - Anne Applebaum



Gulag - Anne Applebaum

O colapso da União Soviética trouxe à tona detalhes sobre um dos maiores crimes contra a humanidade cometidos no século XX. Coberto com um véu de segredo, o Gulag compreendia uma série de campos de concentração que atravessava o país. Suas localizações foram apagadas dos mapas oficiais, mas, ao lado do exílio forçado, eram um dos principais instrumentos do terrorismo de Estado do totalitarismo comunista. Neles, milhões de criminosos e, principalmente, prisioneiros políticos trabalharam como escravos, em condições sub-humanas, para ajudar a desenvolver e sustentar a cambaleante economia soviética da Revolução de 1917 até os anos 80. Com acesso privilegiado a documentos do antigo regime e relatos de sobreviventes, Anne Applebaum conta a história desse massacre, do ponto de vista de seus planejadores e de suas vítimas, escrevendo definitivamente o nome Gulag na galeria da infâmia mundial, ao lado de outros como Treblinka, Sobibor e Auschawitz.

Download do livro: Clique aqui!

domingo, 20 de março de 2011

Mulheres de Cabul - Harriet Logan



Mulheres de Cabul - Harriet Logan

O livro 'Mulheres de Cabul' amplia, de maneira realista, o universo afegão e apresenta uma reportagem que supera qualquer ficção. Harriet visitou o Afeganistão para ouvir e fotografar dezenas de mulheres durante o regime do Taleban e depois dele. Durante o regime do Taleban, de setembro de 1996 a outubro de 2001, as mulheres do Afeganistão foram submetidas a absurdas leis repressoras, como não poder trabalhar fora nem freqüentar escolas. Era proibido rir em público, ouvir música, empinar pipas, e fotografias eram consideradas formas de idolatria. Foi nesse mundo de trevas que Harriet Logan mergulhou em busca de histórias e imagens no Afeganistão.

Download do livro: Clique aqui!

Todos os Homens do Presidente - Carl Bernstein & Bob Woodward



Todos os Homens do Presidente - Carl Bernstein & Bob Woodward

Como foi que todos ficaram sabendo do caso Watergate? Na mais devastadora história de investigação política do século, dois jovens repórteres do Washington Post, cujo brilhante trabalho de pesquisa jornalística elucidou o escândalo de Watergate, narram neste livro todo o drama de bastidores dos fatos, como realmente ocorreram. Esta é sua surpreendente história, desde os primeiros indícios suspeitos, pelos meandros de pistas falsas, mentiras, segredos e alta pressão, até os momentos finais, quando juntaram todas as peças do quebra-cabeças e escreveram a série de reportagens que conferiu ao Post o prêmio Pulitzer. Não só por sua trama verdadeiramente detetivesca como por suas excelentes qualidades novelísticas, este livro manteve-se por tempo incomum em primeiro lugar na lista de best-sellers dos Estados Unidos.

Download do livro: Clique aqui!

sábado, 19 de março de 2011

A Ética da Reciprocidade: um diálogo com Martin Buber - Luis José Veríssimo



A Ética da Reciprocidade: um diálogo com Martin Buber - Luis José Veríssimo

Numa época em que predomina a vivência da angústia e da solidão o livro A Ética da reciprocidade: um diálogo com Martin Buber do professor Luis José Veríssimo analisa a modalidade da existência capaz de proporcionar uma relação fundamentalmente amorosa.
Martin Buber aposta numa filosofia do diálogo pautada na reciprocidade, numa mística, sair de si, ir ao encontro da identidade, os parceiros não se diluem na sua interação; no cuidado, colocar-se no lugar do outro, importar-se com ele; na interação, presença que afeta e é afetada. A filosofia dialógica tem como horizonte de compreensão da existência a alteridade e a comunicação. O ser humano se faz no entrelaçamento do tecido das relações, sejam elas abertas reciprocamente (Eu e Tu), sejam relacionamentos em que os participantes não se reconhecem plenamente como pessoa (Eu - Isso). A ontologia da relação, por sua vez aponta para uma ética, na medida em que a pessoa não se faz nem no eu, nem no outro, mas no entre que se mostra no compartilhamento.

Download do livro: Clique aqui!

O Iluminismo e os Reis Filósofos - Luiz R. Salinas Fortes



O Iluminismo e os Reis Filósofos - Luiz R. Salinas Fortes

No século XVIII em 1789, precisamente foi proclamada em Paris a primeira 'Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão' da história. Se isso foi possível, foi porque houve, antes, uma mutação cultural - o 'Iluminismo', também chamado 'Filosofia das Luzes' ou ainda filosofia da 'Ilustração'. O que significou este movimento de idéias prodigioso, que acreditava profundamente na Razão humana e nos seus poderes?

Download do livro: Clique aqui!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Sociologia do Conhecimento - Karl Mannheim, Robert K. Merton & C. Wright Mills



Sociologia do Conhecimento - Karl Mannheim, Robert K. Merton & C. Wright Mills

Um dos fatos mais importantes ocorridos no Brasil nos últimos anos foi a tomada de consciência de nosso estado de subdesenvolvimento e da necessidade e possibilidade de superá-lo. À medida que essa consciência se aguça, torna-se cada vez mais claro que o subdesenvolvimento se caracteriza como um fenômeno globalizante, tendente a abarcar todos os níveis da vida coletiva. Através de processo geral de tomada de consciência, foi que se percebeu não só as insuficiências de nossa estrutura universitária para atender às necessidades do desenvolvimento, mas também que ela na verdade consistia numa engrenagem para frear esse desenvolvimento.

Download do livro: Clique aqui!

O Pai dos Burros - Humberto Werneck



O Pai dos Burros - Humberto Werneck

Werneck sempre se preocupou com a funcionalidade da linguagem. A necessidade de que cada palavra ou sentença seja usada precisamente. "Se escrever vale a pena, deve ser para enunciar algo que se pretende novo e me parece um contrassenso, sobretudo no jornalismo, tentar passar o novo com linguagem velha", escreve Werneck. O que não significa que os lugares-comuns devam, necessariamente, ser banidos. "O que se quer com este livro é apenas recomendar desconfiança diante de tudo aquilo que, no ato de escrever, saia pelos dedos com demasiada facilidade. Porque nada de verdadeiramente bom costuma vir nesse automatismo".

Download do livro: Clique aqui!

quinta-feira, 17 de março de 2011

O Homem Na Pré-História - Rosicler Martins Rodrigues



O Homem Na Pré-História - Rosicler Martins Rodrigues

Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? Essas são perguntas que os seres humanos se fazem há muito tempo, procurando respostas na religião e na arte. Os caminhos da ciência são recentes. Foi somente no século XX que a interpretação dos fósseis se uniu ao estudo dos povos primitivos e do comportamento dos chimpanzés, formando uma história fascinante sobre nossa espécie. Este livro percorre um caminho de milhões de anos para contar essa história. A narrativa e as ilustrações se unem para recriar a vida na pré-história e nos levam a reflexões que ajudam a entrender o presente.

Download do livro: Clique aqui!

O Adolescente por Ele Mesmo - Tânia Zagury



O Adolescente por Ele Mesmo - Tânia Zagury

O Adolescente por Ele Mesmo de Tânia Zagury vem preencher uma grande lacuna para todos os educadores que lidam com adolescentes no Brasil: mestres, pais verdadeiros e adotivos, terapeutas, orientadores etc., além dos próprios adolescentes em busca de orientação. Não é por acaso que um livro como esse surge no país que se propôs a imitar de forma não-crítica as propostas pedagógicas da moda, vindas diretamente da Europa e dos Estados Unidos. Afundados na crise por conta de muitos fatores sócio-econômicos, mas também devido às confusões criadas pela adoção mecânica de tais modelos, mal analisados, mal assimilados, mal empregados, que transformou os pais em eternos culpados e os filhos em confusos chantagistas emocionais dos pais e educadores em geral.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 16 de março de 2011

Norbert Elias & a Educação - Andréa Borges Leão



Norbert Elias & a Educação - Andréa Borges Leão

No campo dos estudos educacionais, o trabalho de Norbert Elias abre caminhos para a compreensão da formação do indivíduo e suas implicações com as apropriações dos objetos da cultura, como os modos de ler e as relações com os livros.Também propicia a análise dos efeitos produzidos pelos bens simbólicos no espaço social e dos processos de interiorização dos constrangimentos que permitem o aprendizado da vida em grupo. Além do mais, a civilidade, conceito-chave na documentação normativa utilizada pelo sociólogo, vai se tornando uma pedagogia do comportamento privado e público ao combinar a aprendizagem das boas maneiras com as bases da instrução elementar, como a leitura e a ortografia.


Download do livro: Clique aqui!

Os Senhores do Clima - Tim Flannery



Os Senhores do Clima - Tim Flannery

É fato que mudanças climáticas estão ocorrendo no mundo todo, mas elas realmente são essa ameaça terrível alardeada pelos cientistas ou estaríamos dando importância de forma exagerada aos alarmes veiculados constantemente nos principais jornais e revistas? Serão apenas uma espécie de transição, um problema que a humanidade virá a enfrentar no futuro, mas não agora? Neste livro pioneiro e fundamental, Tim Flannery oferece as respostas, discorrendo sobre a urgente necessidade de discutir as conseqüências da mudança climática global que gradualmente arruína o planeta e põe em risco a nossa própria sobrevivência. Flannery, um notório cientista australiano, vale-se aqui de extensa pesquisa e usa de sua própria experiência para fazer uma fascinante narrativa da história do clima ao longo de milhões de anos. Com rigor e um texto irretocável, perfeitamente acessível, o autor expõe fatos, analisa implicações, desmistifica idéias e exemplifica concretamente como as mudanças climáticas já afetam a Terra. Muito do que diz é surpreendente. Entre suas constatações, por exemplo, está a de que em alguns meses podemos facilmente atingir a redução de 70% em emissões de gases necessária à estabilização do clima em nosso planeta muito menos que os 50 anos sugeridos por alguns governos. Em Os Senhores do Clima, premiado internacionalmente e recomendado por eminentes estudiosos contemporâneos, Tim Flannery foge das armadilhas do sensacionalismo e com muita propriedade nos auxilia a compreender de forma realística os apuros pelos quais passamos atualmente. Mais que isso, aponta ações simples que podemos tomar no dia-a-dia para ajudar a reverter esse quadro desfavorável.

Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 15 de março de 2011

Conhecimento Comum - Michel Maffesoli



Conhecimento Comum - Michel Maffesoli

Michel Maffesoli é o mais importante e original teórico da pós-modernidade no mundo. O Conhecimento Comum é certamente o seu melhor livro. Existem três tipos de analistas do pós-moderno: os neomarxistas, que denunciam uma degeneração da boa e utópica modernidade, jamais realizada, mas sempre adorada e esperada; os ex-marxistas, em busca de uma nova utopia ou simplesmente de uma teoria de substituição; e aqueles que, a exemplo de Michel Maffesoli, descrevem, como um bom cronista sem preconceitos nem ressentimento, o estado de espírito de uma época, sem resvalar para o dever-ser ou para o moralismo politicamente correto sempre impiedoso com o presente e estranhamente ingênuo em relação a um futuro radioso e longínquo.

Há muito que Michel Maffesoli ocupa um lugar de destaque na reflexão sobre o imaginário contemporâneo. Trata-se de um marginal célebre, um franco-atirador elegante, sedutor e erudito, que ousa pensar corajosamente contra o conformismo dominante e disfarçado de argumento de autoridade. Não é só o conformismo das “massas” que ele combate, mas especialmente o conformismo dos intelectuais. Pensador generoso, sem ser ingênuo nem cínico, capaz de descrever o vivido sem odiá-lo, reconhece nas pequenas atividades do dia-a-dia essa força da potência social, energia criadora de comunidade, cimento social, afirmação de amor à vida aqui e agora contra o produtivismo, o progressismo e outras ideologias de domesticação.

Download do livro: Clique aqui!

Sociologia: Uma Introdução Crítica - Pedro Demo



Sociologia: Uma Introdução Crítica - Pedro Demo

A desigualdade social é considerada o objeto próprio da Sociologia. A visão oferecida é alternativa à tradicional. O poder não deveria ser eliminado, mas democratizado em benefício da maioria. Mostra que a desigualdade social se origina do fenômeno do poder, considerado tão básico quanto a infra-estrutura econômica.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 14 de março de 2011

A Semiologia dos Discursos da Publicidade – Ana Elizabeth da Silva Félix



A Semiologia dos Discursos da Publicidade – Ana Elizabeth da Silva Félix

O presente trabalho analisa as campanhas publicitárias de cerveja que têm como ponto em comum a reincidência da imagem da mulher como elemento central da sedução. Traz ainda investigações acerca dos fenômenos que permeiam a Análise de Discursos, para que possam ser extraídas as ideias claras e as que se apresentam de forma implícita nos discursos veiculados.

A análise apoia-se na técnica de análise de discursos, referendada nas categorias de implícitos, pressuposições, subentendidos, heterogeneidade mostrada e constitutiva, dialogismo, polifonia e intertextualidade e subjetividade discursiva, abrangendo a leitura de imagem em níveis verbal e visual, e tendo como método de investigação a Semiologia.

Para tanto, selecionamos alguns autores que tratam do tema em discussão, mencionados ao longo do texto, e que se transformaram na base epistemológica para subsidiar e alicerçar a construção deste texto.


Download do livro: Clique aqui!

Interdisciplinaridade: Dicionário em Construção - Ivani Fazenda (Org.)



Interdisciplinaridade: Dicionário em Construção - Ivani Fazenda (Org.)

Interdisciplinaridade é uma nova atitude ante a questão do conhecimento, de abertura à compreensão de aspectos ocultos do ato de aprender. Exige, portanto, uma profunda imersão no trabalho cotidiano, na prática.

A metáfora que a subsidia, determina e auxilia na sua efetivação é a do olhar; metáfora essa que se alimenta de uma natureza mítica diversa. Cinco princípios subsidiam uma prática interdisciplinar: coerência, humildade, espera, desapego e respeito. Alguns atributos são próprios, determinam ou identificam esses princípios. São eles a afetividade e o amor, que impelem às trocas intersubjetivas, parcerias.

A interdisciplinaridade pauta-se numa ação em movimento. Esse movimento pode ser percebido em sua natureza ambígua, tendo a metamorfose, a incerteza como pressuposto. Todo projeto interdisciplinar nasce de um locus bem delimitado, portanto, é fundamental ontextualizar-se para poder conhecer. A contextualização exige uma recuperação da memória em suas diferentes potencialidades.

A análise conceitual facilita a compreensão de elementos interpretativos do cotidiano. Para tanto, é necessário compreender-se a linguagem em sua expressão e comunicação; uma linguagem reflexiva, mas sobretudo corporal.

Download do livro: Clique aqui!

domingo, 13 de março de 2011

O que é Interdisciplinaridade? – Ivani Fazenda (Org.)



O que é Interdisciplinaridade? – Ivani Fazenda (Org.)

O fenômeno da interdisciplinaridade como instrumento de resgate do ser humano com a síntese projeta-se no mundo todo. Mais importante que conceituar é refletir a respeito de atitudes que se constituem como interdisciplinares. Nesta obra os autores apresentam visões da interdisciplinaridade em várias áreas do conhecimento além da educação, tais como a História da Ciência, Ciências Naturais, Ciências Humanas, Sociologia, Matemática, Psicologia e Teologia.

Os textos presentes neste livro foram gestados no GEPI (Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade), formado por professores, mestrandos, doutorandos e alunos egressos do Programa de Pós-Graduação em Currículo da PUC-SP, orientado pela professora Ivani Fazenda, e no CRIE (Centro de Pesquisa Sobre Intervenção Educativa, do Canadá).

Os autores desta coletânea convidam os leitores para fazerem suas próprias descobertas sobre a interdisciplinaridade,
como atitude de ousadia frente ao conhecimento, mergulhando nos textos que a compõem.

Download do livro: Clique aqui!

O que é Comunicação – Juan E. Díaz Bordenave



O que é Comunicação – Juan E. Díaz Bordenave

Um final de campeonato no Maracanã. O primeiro dia de sessão no Congresso Nacional. Uma feira livre de bairro. A hora da novela numa família qualquer. Esses são alguns dos cenários imaginados pelo autor para descortinar o amplo e dinâmico mundo da Comunicação. Um mundo de signos e símbolos, da denotação e da conotação, dos códigos analógicos e digitais. É o mundo das novas tecnologias que aceleram e multiplicam as mensagens, transformando o planeta na “aldeia global”…

Download do livro: Clique aqui!

sábado, 12 de março de 2011

Walden II: uma Sociedade do Futuro - Burrhus Frederic Skinner



Walden II: uma Sociedade do Futuro - Burrhus Frederic Skinner

Nenhum modo de vida é inevitável. Se você não gosta do seu, mude-o. Construa um modo de vida no qual as pessoas vivam juntas sem brigar, num clima social de confiança ao invés de suspeita, de amor ao invés de ciúme, de cooperação ao invés de competição. Mantenha esse mundo com sanções éticas brandas, mas efetivas. Transmita a cultura eficazmente aos novos membros através de cuidados especializados às crianças e de uma tecnologia educacional poderosa. Reduza o trabalho compulsivo ao mínimo. Não considere nenhuma prática como imutável. Mude e esteja pronto a mudar novamente. Não aceite verdade eterna. Experimente. Simplifique suas necessidades. Aprenda a ser feliz com menos posses. Platão, Tomas Moroe, Campanella, Aldous Huxley, George Orwell e muitíssimos outros imaginaram comunidades ou estados utópicos. Walden II tem a vantagem de ser uma sociedade realizável e boa, pois propõe o bem-estar de todos os integrantes, segundo as leis da "engenharia do comportamento".

Download do livro: Clique aqui!

A Revolta da Vacina - Nicolau Sevcenko



A Revolta da Vacina - Nicolau Sevcenko

A Revolta da Vacina reconstitui um dos episódios menos compreendidos porém mais significativos da Primeira República. Em 1904, uma onda violenta de insatisfação popular paralisa o Rio de Janeiro durante a campanha de vacinação contra varíola. Nicolau Sevcenko, renomado estudioso do período, amplia a significação dos acontecimentos e revela tensões históricas profundas. De um lado, o bloco dos donos do poder, da especulação imobiliária e de uma ciência pouco sensível ao impacto desumano de sua aplicação autoritária. De outro, grupos organizados de cidadãos e uma população anônima que vinha sendo sistematicamente despejada do centro da cidade pela reforma urbana do prefeito Pereira Passos.

Como é recorrente na história nacional, o saldo foi negativo para o campo popular. Mortos. Líderes revoltosos duramente punidos. A repressão aproveitou para desterrar grupos de excluídos para a Amazônia. Ao rememorar os destroços sociais da Revolta da Vacina, o autor ilumina episódios semelhantes da vida brasileira e faz uma denúncia de seu imenso custo social e humano.

Download do livro: Clique aqui!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Estado, Instituições e Democracia: República - vol 1 - Alexandre dos Santos Cunha, Bernardo Abreu de Medeiros e Luseni Maria C. de Aquino (Org.s)



Estado, Instituições e Democracia: República - vol 1 - Alexandre dos Santos Cunha, Bernardo Abreu de Medeiros e Luseni Maria C. de Aquino (Org.s)

Parte do projeto Perspectivas do Desenvolvimento Brasileiro, obra é o primeiro volume do livro Estado, Instituições e Democracia. O texto é dedicado à reflexão sobre Estado e sua configuração institucional do Brasil contemporâneo, tendo como mote a República. Enquanto forma de vida política que se organiza com base na primazia do interesse público, ela também estabelece parâmetros importantes para pensar os rumos da democratização e do desenvolvimento do país -temas dos outros volumes.

Download do livro: Clique aqui!

Semiótica e Filosofia da Linguagem – Umberto Eco



Semiótica e Filosofia da Linguagem – Umberto Eco

Como se orientar no labirinto secular, o da Biblioteca de Babel? A reflexão organiza-se em torno de uma série de termos clássicos (como signo, metáfora, símbolo, código, significado) que foram estudados quer pela filosofia da linguagem quer pela semiótica. A unidade do propósito é assegurada por duas teses principais: uma semiótica geral representa a forma contemporânea de uma filosofia das linguagens (e poderemos defender que muitos filósofos, de Aristóteles aos estóicos, de Santo Agostinho a Locke, de Leibniz a Husserl, fizeram semiótica, e da melhor); a atual crise deste campo teórico pode ser compreendida e ultrapassada através de uma reconstrução histórica.

Download do livro: Clique aqui!

quinta-feira, 10 de março de 2011

Arte e Sociedade - Ensaios de Sociologia da Arte - Gilberto Velho (Org.)



Arte e Sociedade - Ensaios de Sociologia da Arte - Gilberto Velho (Org.)

Os textos escritos pro diversos autores e organizados por Gilberto Velho, buscam expressar problemas existentes nas Ciências Sociais, tais como a estratificação social e a estrutura das classes. Temas inerentes ao Brasil, tais como cultura e arte são discutidos nesta obra de 1977 e que continua atual frente a todas as inúmeras identidades nacionais.

Download do livro: Clique aqui!

O Desafio da Cidade: Novas Perspectivas da Antropologia Brasileira - Gilberto Velho (Org.)



O Desafio da Cidade: Novas Perspectivas da Antropologia Brasileira - Gilberto Velho

Gilberto Cardoso Alves Velho (Rio de Janeiro, 1945) é um antropólogo brasileiro. Graduado em Ciências Sociais pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1968). Mestre em Antropologia Social também pela UFRJ (1970). Especializou-se em Antropologia Urbana e das Sociedades Complexas na Universidade do Texas, em Austin (1971). Doutor em Ciências Humanas pela Universidade de São Paulo (1975).
Neste livro, Gilberto Velho organiza textos de vários autores que problematizam sobre a existência das cidades e seus desafios.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 9 de março de 2011

Introdução à Metodologia da Ciência - Pedro Demo



Introdução à Metodologia da Ciência - Pedro Demo

Este texto parte da idéia de que as ciências sociais possuem especificidades que precisam de uma metodologia própria para suas pesquisas e análises. Tais especificidades advêm da realidade de que tratam, ou seja, uma realidade intrinsecamente ideológica, histórica e política. Esta marca não impossibilita, porém, o uso dos métodos típicos das ciências naturais. Delas as ciências sociais têm muito que aprender. Mas não podem descaracterizar-se, porquanto, reduzindo a realidade social à natural, não se explica, apenas se deturpa.

O texto assume que a metodologia própria das ciências sociais seja a dialética, porque é mais capaz de aprender as particularidades da realidade social, tais como: historicidade, processualidade, ideologia, consciência histórica, dimensões qualitativas e identidades de contrários. Nem por isso se esconde o fato básico de que não pode existir uma única dialética. Pelo contrário, são muitas; e há até mesmo contraditórias.

No relacionamento com o objeto adota a óptica do "objeto construído", porque estabelece um contato dinâmico e fecundo entre o pesquisador e a realidade pesquisada. Não se fixa em campos exclusivos de pesquisa, principalmente da pesquisa empírica clássica. Reconhece, pelo menos, quatro gêneros de pesquisa: a teórica, a metodológica, a empírica e a prática.

Download do livro: Clique aqui!

Iniciação à História da Filosofia: dos Pré-Socráticos a Wittgenstein - Danilo Marcondes



Iniciação à História da Filosofia: dos Pré-Socráticos a Wittgenstein - Danilo Marcondes

Resultado de mais de quinze anos dedicados ao ensino da filosofia, este guia da história do pensamento ocidental situa pensadores e correntes filosóficas em seu contexto histórico, discute idéias e conceitos e, quando necessário, apresenta os textos mais relevantes dos filósofos em questão, como o mito da caverna de Platão ou a tabela dos juízos e categorias de Kant.

Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 8 de março de 2011

O Papel da Cultura nas Ciências Sociais - Zygmunt Bauman et al



O Papel da Cultura nas Ciências Sociais - Zygmunt Bauman et al

Autores consagrados analisam o papel da cultura nas Ciências Sociais, com textos de Friedrich Engels, Clifford Geertz, Zygmunt Bauman, Aleixei Nikolaevich Leontiev e Eduardo S.Marcarian.

Download do livro: Clique aqui!

Aprendendo a Pensar com a Sociologia - Zygmunt Bauman e Tim May



Aprendendo a Pensar com a Sociologia - Zygmunt Bauman e Tim May

Partindo de aspectos aparentemente comuns da vida – amor, atos de consumo, trabalho, lazer, religião –, Bauman e May escreveram esse livro com o objetivo de ajudar as pessoas a entender suas vivências individuais e com os outros. Revelam como a sociologia fornece uma série de observações sobre nossas experiências e mostram as implicações de nossos atos sobre a maneira como conduzimos nossa existência. A edição original, publicada em 1990, foi revista pelos autores e inclui temas atuais como corpo, intimidade, tempo, espaço, desordem, risco, globalização, identidade e novas tecnologias. Cada capítulo aborda problemas que constituem parte de nossa vida cotidiana, dilemas e escolhas com os quais nos deparamos, mas não chegamos a refletir. Os autores ainda sugerem questões que podem servir de orientação para o leitor ou de plano de estudos para professores e alunos. Pensar sociologicamente significa entender aqueles que nos cercam em suas esperanças, desejos, inquietações e preocupações.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 7 de março de 2011

O Futuro da Música depois da morte do CD - Irineu Franco Perpétuo e Sérgio Amadeu da Silveira (Org.s)



O Futuro da Música depois da morte do CD - Irineu Franco Perpétuo e Sérgio Amadeu da Silveira (Org.s)

O debate sobre o impacto das redes digitais na criação, produção e distribuição da música não é novo. Entretanto, poucos livros brasileiros reuniram diversos olhares de diferentes áreas do conhecimento para analisar a atual realidade musical. Navegando no mar revolto da digitalização em oceanos da propriedade intelectual, a coletânea discute as mudanças históricas no perfil e no papel dos músicos, compositores e intérpretes. Mixando o discurso acadêmico com os argumentos de quem vive de música no dia-a-dia, a coletânea O Futuro da Música Depois da Morte do CD é extremamente polêmica e útil nos debates sobre a reformulação da lei de copyright, para a formulação de políticas de incentivo à criação artística e à manutenção da diversidade cultural.

Os autores partem da perspectiva da engenharia da produção, da sociologia, da teoria da comunicação, da musicologia, da filosofia e da interpretação e composição musicais, além da própria atividade empresarial. A única base comum dos textos é o reconhecimento das profundas mudanças que a digitalização e as redes informacionais trouxeram para o universo da música. Um dos objetivos da coletânea é mostrar a complexidade e as grandes diferenças teóricas, analíticas e prospectivas que existem entre aqueles que estão pensando o tema.

Download do livro: Clique aqui!

Liberdade de Informação: Um Estudo Comparado - Toby Mendel



Liberdade de Informação: Um Estudo Comparado - Toby Mendel

A importância do direito à informação ou do direito ao conhecimento é enfatizada cada vez mais por quem trabalha em prol do desenvolvimento, pela sociedade civil, por acadêmicos, pela mídia e pelos governos. Que direito é esse, trata-se realmente de um direito e como os governos procuram aplicá-lo? Estas são algumas das questões que o livro busca responder, fornecendo ainda um relatório acessível das leis e das práticas que dizem respeito à liberdade de informação e uma análise do que está funcionando e por que.

Download do livro: Clique aqui!