Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sábado, 7 de maio de 2011

O Que é Religião - Rubem Alves



O Que é Religião - Rubem Alves

A religião surge na vida humana como tentativa de transubstanciar a natureza e dar espaço aos seus desejos em busca dos horizontes. Enquanto o animal é o seu corpo, sempre produzindo a mesma coisa, os homens se recusaram a ser aquilo que o passado lhes propunha. Na sua inquietação e busca, produziram cultura e educaram. Criaram mundos imaginários e passaram de geração em geração através da cultura que se estruturou a partir de seu desejo.
Assim, surgem as indagações: Deus existe? A vida tem sentido? O universo tem uma face? A morte é minha irmã? A estas perguntas a alma religiosa só pode responder: "Não sei. Não sei. Mas desejo ardentemente que assim seja, e me lanço inteira, porque é mais belo o risco ao lado da esperança que a certeza ao lado de um universo frio e sem sentido.

Download do livro: Clique aqui!

A Escrava Isaura - Bernardo Guimarães



A Escrava Isaura - Bernardo Guimarães

Escrito em plena campanha abolicionista (1875), o livro conta as desventuras de Isaura, escrava branca e educada, de caráter nobre, vítima de um senhor devasso e cruel. Em A escrava Isaura, Bernardo Guimarães se une aos abolicionistas do Brasil e dá voz ao drama dos escravos. O livro não deixa de apresentar, porém, uma das características mais marcantes do escritor: a linguagem simples, de contador de casos, em que se revela o cotidiano das províncias brasileiras do século XIX.

O romance foi um grande sucesso editorial e permitiu que Bernardo Guimarães se tornasse um dos mais populares romancistas de sua época no Brasil. O autor pretende, nesta obra, fazer um libelo anti-escravagista e libertário e, talvez, por isso, o romance exceda em idealização romântica, a fim de conquistar a imaginação popular perante as situações intoleráveis do cativeiro.

Download do livro: Clique aqui!