Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

terça-feira, 1 de março de 2011

Nações e Nacionalismo desde 1780: Programa, mito e realidade - Eric J. Hobsbawm



Nações e Nacionalismo desde 1780: Programa, mito e realidade - Eric J. Hobsbawm

Compreender as complexas relações políticas internacionais impõe, necessariamente, o entendimento do conceito de nação e de sua expressão, o nacionalismo. Hobsbawm nos apresenta as controvérsias, contribuições e transformações do termo "nação"; o desenvolvimento histórico e o apogeu dos nacionalismos. Um texto que nos permite vislumbrar como essa questão se revigora num momento em que os mais precipitados já haviam afirmado o seu final.

Download do livro: Clique aqui!

Sobre Comunidade - Martin Buber



Sobre Comunidade - Martin Buber

Martin Buber nasceu em Viena em 8 de fevereiro de 1878. A princípio distante do judaísmo, dedicou-se em Viena, Berlim e Zurique ao estudo da filosofia e da história da arte. Em 1898 ingressou no movimento sionista. Após dirigir as revistas Der Jude e Die Kreatur, foi professor de filosofia da religião e ética judaica na Universidade de Frankfurt (1924-1933). Buber morreu em Jerusalém a 13 de junho de 1965.

Sobre Comunidade é uma coletânea de textos, organizada por Marcelo Dascal e Oscar Zimmermann, que representa sua verdadeira síntese do pensamento social e político de Martin Buber. Nela se unem o filósofo do existencialismo religioso, do eterno diálogo entre “Eu e Tu” e o homem de seu tempo, ansioso por responder às exigências de uma ação imediata nas encruzilhadas de um período sem par em suas interrogações e dramas. Da vida no Kibutz, experiência comunal autêntica, à tirânica mascarada comunitária que o nazismo tentou impor à raça pura, da luta pela reconstrução judaica em Israel à resistência contra as forças exterminadoras do totalitarismo fascista eis alguns parâmetros principais de uma vivência coletiva, judaica e humana, em que Buber colheu os elementos para uma ampla e profunda discussão sobre as formas de existência coletiva, sobretudo em sua expressão comunitária – tema que supera as experiências mais particulares para desembocar numa reflexão sobre a própria possibilidade de os homens conviverem em sociedade sem se devorarem e sem se aniquilarem. É no diálogo buberiano, sempre reiniciado e inesgotável em sua autenticidade, bem como na sua defesa da comunidade entre os homens, que se pode vislumbrar essa tênue centelha de luz a iluminar uma trilha possível na direção de um humanismo pelo qual Buber viveu e lutou.

Download do livro: Clique aqui!