Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Histórias em Quadrinhos (Leitura Crítica) - Sonia Luyten (Org.)



Histórias em Quadrinhos (Leitura Crítica) - Sonia Luyten (Org.)

Neste livro, diversos autores discutem e analisam de maneira crítica assuntos dos quadrinhos relacionados à comunicação e sua influência na propaganda. Confrontam ainda os limites do imaginário com a realidade, por meio de uma ideologia do bem e do mal, cercada de muita criatividade.

Download do livro: Clique aqui!

Reação e Mudança - Carl Oglesby & Richard Shaull



Reação e Mudança - Carl Oglesby & Richard Shaull

Carl Oglesby um dos principais mentores dos grupos que atuam nos USA sob o título de "Nova Esquerda" — a civilização ocidental é dissecada em seus mais significativos aspectos ("nenhuma civilização foi mais violenta"), e, a partir do exame de conflitos locais como o do Vietnã, é elaborada uma das mais contundentes e profundas interpretações que conhecemos da chamada Guerra Fria ou do conflito mundial entre Oriente e Ocidente, do qual ela é vista como um episódio. À ideologia do anticomunismo é então desnudada, os seus erros históricos são postos à mostra, e, sobretudo, "as verdades políticas que aqueles erros devem ocultar". Para isso, analisou não somente os vários ângulos do embate entre os russos e os norte-americanos, como também a expansão dos USA, a sua diplomacia externa a sancionar a dolarenta marcha dos seus investimentos, as crises geradas como consequência desse crescente império sobre a política e a economia dos outros povos (entre as quais, anote-se, a crise do Brasil e a queda do presidente Goulart). O autor é radical, no sentido exato da palavra: o que deve ser tocado é a própria raiz da vida social que se ergue institucionalmente sobre a injustiça e o sofrimento. Consciência revolucionária, diz ele, "existirá, pela primeira vez, no momento em que a vítima elabora sua experiência de injustiça dentro de uma definição que inclua a sociedade na qual vive". E mais adiante acrescenta que o revolucionário, "pede mudança total", pois "o motivo revolucionário fundamental não é construir um Paraíso, mas destruir um Inferno".

Download do livro: Clique aqui!