Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Censura, Imprensa, Estado Democrático (1968-1978) - Maria Aparecida Aquino


Censura, Imprensa, Estado Democrático (1968-1978) - Maria Aparecida Aquino

Fragmento do Prefácio de Alberto Dines,

A repressão política e militar deixou marcas nas suas vítimas. O processo psicológico da identificação com o adversário, perturbador e no entanto tão real, também ocorreu en tre nós. A abom inável ditadura acabou sen do assimilada, ainda está à nossa volta. Razão pela qual o estudo do autoritarismo pressupõe uma atitude anti-autoritária, liminar e cabal. Como a que foi preconizada e personalizada por Hannah Arendt.

O saber deve desaguar nu m com prom isso existen cial e ético coerente e conseqüente. O estudo da intolerância não se faz in vitro. Com preende um a disposição íntima de com batê-la.

Maria Aparecida de Aquino estudou com afinco e brilho a repressão política tan to na sua dissertação de Mestrado com o na sua tese de Doutorado. Importante consignar, igualmente, que sou testemunha e beneficiário da sua serena coragem em enfrentar a arrogância e a injustiça.
Alberto Dines
São Paulo, Junho de 1999.

Download do livro: Clique aqui!

O Jardim Imperfeito - Tzvetan Todorov


O Jardim Imperfeito - Tzvetan Todorov

Sempre partindo dos principais pensadores humanistas franceses (em especial Montaigne, Rousseau e Benjamin Constant), o renomado escritor "multimídia" Tzvetan Todorov tenta construir um modelo de pensamento humanista do "tipo ideal". O homem moderno adotou uma postura antropocêntrica deixando Deus em segundo plano. A escolha de novos valores, o preço e as conseqüências da "independência" perante Deus, as concepções humanistas sobre amor, sociedade, amizade e solidão estão entre os assuntos abordados em O Jardim Imperfeito.

Download do livro: Clique aqui!