Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

domingo, 19 de junho de 2011

Esquecidos por Deus - Mary Del Priore



Esquecidos por Deus - Mary Del Priore

Retrato de estruturas mentais da antigüidade até meados do século XVIII, 'Esquecidos por Deus' revela em que medida o homem se espelha nas criações de sua imaginação e nelas projeta suas angústias e fantasias. Os monstros mostram, ensina Mary Del Priore e não se trata apenas de uma coincidência etimológica. Desde a Grécia antiga procura-se interpretar a humanidade a partir de criaturas fabulosas. Foi o Drácula de Bram Stoker que inspirou a autora a fazer esta arqueologia dos seres mais incríveis já 'vistos' pelo homem. Afinal, eles sempre existiram, e, mais do que isso, sempre foram amados. E é justamente a estranha combinação de temor e prazer que dá origem aos seres fabulosos.

Download do livro: Clique aqui!

A Civilização Inca - Henri Favre



A Civilização Inca - Henri Favre

Os Incas tiveram origens obscuras e um difícil começo na região onde, por longo tempo, desempenharam a figura de intrusos. Sua expansão começou apenas em meados do século XV, sob o reinado de Pachakuti, nono soberano de Cuzco. Embora tardia, essa expansão assegurou-lhes rapidamente a herança de uma tradição cultural que muitos povos haviam contribuído para forjar e enriquecer ao longo de um passado muitas vezes milenário.

Este livro remonta o surgimento, a evolução e a decadência do império inca, bem como as pré-condições para seu aparecimento. Henri Favre mostra que a Civilização Inca, cujo apogeu se consubstancia na Cuzci imperial do século XV, foi marcada por um minucioso sistema de produção, a existência de classes, a ditadura exercida por uma delas, condicionada pelo desenvolvimento de forças produtivas e uma realidade concreta.

Download do livro: Clique aqui!