Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sábado, 30 de abril de 2011

A Doença Como Linguagem da Alma - Rüdger Dahlke



A Doença Como Linguagem da Alma - Rüdger Dahlke

Neste volume, intitulado 'A doença como linguagem da alma', são enumerados sintomas, de doenças tais como esclerose múltipla, epilepsia, mal de Parkison e de Alzheimer, bem como degenerações de tiróide, problemas da coluna vertebral e de outras articulações, moléstias da próstata, infecção por herpes e até mesmo problemas aparentemente banais, como queda de cabelo, frieiras e verrugas. Os sintomas são descritos de maneira que a própria pessoa afetada possa entendê-lo e entender o seu significado. O tema do câncer é abordado outra vez, sendo consideravelmente aprofundado, sobretudo aquele que mais freqüentemente atinge as mulheres, o câncer de mama, é tratado de maneira extensa. Para poder esclarecer melhor o âmbito dos respectivos sintomas, o livro está estruturado num esquema em que o corpo. Cada quadro sintomático põe à mostra os elementos que faltam para a pessoa atingir a perfeição. Um bom conhecimento dos sintomas pode proporcionar ao doente uma vida inteiramente nova.

Download do livro: Clique aqui!

Conspirações: Tudo o que Não Querem que Você Saiba - Edson Aran



Conspirações: Tudo o que Não Querem que Você Saiba - Edson Aran

Osama Bin Laden é um agente da CIA? A Terra é oca? Jesus Cristo teve filhos? Os nazistas tinham contato com extra-terrestres? Répteis alienígenas estão controlando tudo? Roberto Marinho estava morto desde 2001? Edgar Allan Poe era um assassino? Mulheres são de Urano? Homens são de Sírius? Em forma de verbetes, o jornalista Edson Aran criou um livro absolutamente original: um dicionário de coisas absurdas, incríveis, extraordinárias! Depois de inventar uma teoria das conspirações, ele enumera, com muito humor, tudo o que já se escreveu e se imaginou sobre todas as conspirações e mistérios possíveis. Do ET de Varginha aos segredos de Paulo Coelho, das pirações de Raul Seixas às pirâmides do Egito, uma viagem fantástica pelo mundo das coisas esquisitas.

Download do livro: Clique aqui!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

O Que É Contracultura - Carlos Alberto Messeder Pereira



O Que É Contracultura - Carlos Alberto Messeder Pereira

No final da década de 50, quando os jovens começaram a mobilizar-se para contestar a sociedade, "rebelde sem causa" e "juventude transviada" foram expressões que marcaram uma geração. Depois vieram os hippies e seus happenings. A "Era de Aquário" exigia novas maneiras de pensar e de se relacionar com o mundo. Hoje, após os new waves, punks, darks, pós-modernos e tantas ondas mais, será que o lema "Paz e Amor"- a grande bandeira da contracultura - ainda é a palavra de ordem?

Download do livro: Clique aqui!

As Idéias de Popper - Bryan Magee



As Idéias de Popper - Bryan Magee

Esta obra é uma pungente crítica das filosofias do determinismo histórico, particularmente o marxismo. Embora pertencente à corrente da filosofia da ciência conhecida como positivismo lógico, Popper fará a melhor crítica do empirismo de Hume desde Kant, observando que mesmo a verificação empírica pressupõe uma teoria, uma vez que há de se definir o que se verificar. Como sua teoria do conhecimento encara a ciência como um processo crítico de resolução de problemas, Popper irá defender radicalmente as organizações sociais que facilitem a livre proposição crítica, o que denomina a sociedade aberta. E até por que mais racional e menos dispendiosa para os cidadãos pagadores de impostos que teriam das autoridades a pronta admissão e correção dos erros de suas políticas públicas.

Download do livro: Clique aqui!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Para Ler o Pato Donald: Comunicação de Massa e Colonialismo - Ariel Dorfman e Armand Mattelart



Para Ler o Pato Donald: Comunicação de Massa e Colonialismo - Ariel Dorfman e Armand Mattelart

O livro é uma análise de como a sociedade é representada nos quadrinhos Disney sobre o viés marxista. Junto a isso, os autores analisam um dos mais poderosos veículos das comunicações de massa, os quadrinhos, que se transformam em desenhos animados nas salas de cinema e na televisão, gerando inúmeros outros produtos. Reconhecendo a importância dessa indústria cultural, eles apontam o seu símbolo máximo, Walt Disney, examinando minuciosamente a influência exercida pelos personagens disneyanos na educação e no relacionamento social de crianças de todo o mundo.

Download do livro: Clique aqui!

O Negócio É Ser Pequeno - E.F. Schumacher



O Negócio É Ser Pequeno - E.F. Schumacher

A “lógica da produção” não é a lógica da vida nem da sociedade. É uma pequena parte subalterna de ambas. As forças destruidoras desencadeadas por ela não podem ser controladas, salvo se a própria “lógica da produção” for controlada — de modo a que tais forças deixem de ser desencadeadas. É de pouca utilidade tentar suprimir o terrorismo se a produção de artefatos mortíferos continuar sendo considerada um emprego legítimo dos poderes criadores do homem. Nem pode a luta contra a poluição ser bem sucedida se os modelos de produção e consumo continuarem a existir numa escala, complexidade e grau de violência que, conforme está ficando cada vez mais evidente, não se enquadram nas leis do universo a que o homem está tão sujeito quanto o restante da criação. Tampouco existirá a possibilidade de reduzir a taxa de esgotamento de recursos ou de criar harmonia nas relações entre os que possuem e os que não possuem riqueza e poder enquanto não existir em parte alguma a idéia de que ter o bastante é bom e ter mais do que o bastante é mau.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Histórias em Quadrinhos (Leitura Crítica) - Sonia Luyten (Org.)



Histórias em Quadrinhos (Leitura Crítica) - Sonia Luyten (Org.)

Neste livro, diversos autores discutem e analisam de maneira crítica assuntos dos quadrinhos relacionados à comunicação e sua influência na propaganda. Confrontam ainda os limites do imaginário com a realidade, por meio de uma ideologia do bem e do mal, cercada de muita criatividade.

Download do livro: Clique aqui!

Reação e Mudança - Carl Oglesby & Richard Shaull



Reação e Mudança - Carl Oglesby & Richard Shaull

Carl Oglesby um dos principais mentores dos grupos que atuam nos USA sob o título de "Nova Esquerda" — a civilização ocidental é dissecada em seus mais significativos aspectos ("nenhuma civilização foi mais violenta"), e, a partir do exame de conflitos locais como o do Vietnã, é elaborada uma das mais contundentes e profundas interpretações que conhecemos da chamada Guerra Fria ou do conflito mundial entre Oriente e Ocidente, do qual ela é vista como um episódio. À ideologia do anticomunismo é então desnudada, os seus erros históricos são postos à mostra, e, sobretudo, "as verdades políticas que aqueles erros devem ocultar". Para isso, analisou não somente os vários ângulos do embate entre os russos e os norte-americanos, como também a expansão dos USA, a sua diplomacia externa a sancionar a dolarenta marcha dos seus investimentos, as crises geradas como consequência desse crescente império sobre a política e a economia dos outros povos (entre as quais, anote-se, a crise do Brasil e a queda do presidente Goulart). O autor é radical, no sentido exato da palavra: o que deve ser tocado é a própria raiz da vida social que se ergue institucionalmente sobre a injustiça e o sofrimento. Consciência revolucionária, diz ele, "existirá, pela primeira vez, no momento em que a vítima elabora sua experiência de injustiça dentro de uma definição que inclua a sociedade na qual vive". E mais adiante acrescenta que o revolucionário, "pede mudança total", pois "o motivo revolucionário fundamental não é construir um Paraíso, mas destruir um Inferno".

Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 26 de abril de 2011

A Criminalidade Comparada - Gabriel Tarde



A Criminalidade Comparada - Gabriel Tarde

Os estudos que se vão ler já apareceram na maior parte na atualidade - infelizmente muito evidente - de seu assunto leva-me a reproduzi-los e completá-los. Em toda parte, na França como na Itália, notadamente, as questões da criminalidade e da penalidade são a ordem do dia.

Download do livro: Clique aqui!

A Ideologia Alemã - Karl Marx e Friedrich Engels



A Ideologia Alemã - Karl Marx e Friedrich Engels

A Ideologia Alemã (1845/1846) foi uma das primeiras obras que os autores escreveram a quatro mãos. Nela aparecia a primeira exposição do materialismo histórico: "O modo de produção da vida material determina o caráter geral dos processos da vida social, política e espiritual. Não é a consciência." No Prefácio de Contribuição à Crítica da Economia Política (1859) Marx expõe as razões que o levou, com Engels, a redigir A Ideologia Alemã. Contudo, só em 1932 os manuscritos integrais serão retirados dos arquivos e publicados ao memso tempo em Leipzig e Moscou. A obra é fortemente polêmica e totalmente alusiva aos debates filosóficos nos quais os jovens hegelianos se digladiavam.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Livro das Moedas do Brasil – 1643 até o presente - Arnaldo Russo



Livro das Moedas do Brasil – 1643 até o presente - Arnaldo Russo

Em 1978, foi lançada no Brasil a 1ª. edição do então “Catálogo de Moedas do Brasil”, todo elaborado em São Paulo e composto e montado em Portugal, Esse catálogo revolucionou o mercado numismático pela sua ousadia em quebrar o padrão dos catálogos que eram até então editados e, já naquele tempo, pela sua esmerada qualidade gráfica, apresentando as moedas em seu tamanho natural.

O autor dessa façanha foi um filho de imigrantes italianos, que nasceu em São Paulo, no dia 6 de setembro de 1924 e trabalhou durante muito tempo na indústria metalúrgica de sua família.

Colecionador de moedas desde 1962, iniciou-se no comércio numismático na Praça da República, em São Paulo, tendo montado, em 1968, seu primeiro escritório numismático na rua Barão de Paranapia-caba, passando depois para a rua Tabatinguera, até que em 1974 mudou-se para a rua Senador Feijó nº 69, por onde passaram muitas das moedas e cédulas raras que estão nas melhores coleções do Brasil e do Exterior.

Arnaldo Russo, esse homem de modos rudes, mas de coração abençoado, faleceu em São Paulo no dia 8 de abril de 2008 mas deixou, como seu legado, essa sua criação, já com 30 anos de vida e que, nesta 12a. edição, continuará orientando e formando as próximas gerações dos colecionadores brasileiros.

Download do livro: Clique aqui!

Homo Ludens – Johan Huizinga



Homo Ludens – Johan Huizinga

Homo Ludens é a obra mais importante na filosofia da história em nosso século. Escritor de inteligência aguda e poderosa, ajudado por um dom de expressão e exposição que é muito raro, Huizinga reúne e interpreta um dos elementos fundamentais da cultura humana: o instinto do jogo. Lendo este volume, logo se descobre quão profundamente as realizações na lei, na ciência, na poesia, na guerra, na filosofia e nas artes são nutridas pelo instinto do jogo, disse Roger Caillois.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Páscoa - Recesso



Prezadas e prezados,

Votos de um ótimo feriado e de uma feliz e reflexiva Páscoa.
Na segunda, dia 25 de abril, as postagens voltarão. Abaixo, deixo uma tabela desenvolvida pelo site http://comacomosolhos.com para iniciar a reflexão, apesar dos preços ainda serem de 2010.
Até lá.
Um abraço,

MP

Páscoa chegando, isso significa que a data em que as empresas chocolateiras mais ganham dinheiro no ano também chegou. Agora em 2010, segundo os fabricantes, os Ovos de Páscoa estão em média 9% mais caros do que ano passado. Não me lembro dos preços do ano passado, mas a sensação que tenho, é que o aumento e maior do que isso.
Mais uma vez segundo os fabricantes, o culpado disso é o açúcar, O preço do ingrediente vital na fabricação, aumentou cerca de 67%. A justificativa dada pelo governo federal para o acréscimo é que o excesso de chuva no período de colheita da cana-de-açúcar, em 2009, levou ao atraso de quase 25% do volume colhido e, consequentemente, à situação de inflação.

Muito bem, deixando os dados financeiros de lado, o que vale mesmo é o seu dinheiro, o seu bolso. Pensando nisso, fiz uma breve comparação de preços entre os mais famosos Ovos de Páscoa em relação aos seus respectivos chocolates de origem. O disparate é absurdo. Não encontrei nenhum que fosse menos de 50% mais caro. E também encontrei preços com quase 80% a mais do que os tabletes/bombons originais. Não entendeu? É simples…

Por exemplo, um Ovo da Nestlé, que leva a marca Chockito, de apenas 240g, custa R$ 19,25, se você comprar 3 caixas de Chokito, de 96g cada, terá 288g de chocolate, ao preço de R$ 8,98, se colocar isso na ponta do lápis, terá mais chocolate por menos dinheiro, precisamente uma economia de 53,35%! Em tempos de crise, grana curta e tudo mais, só sendo muito idiota pra gastar dinheiro comprando Ovos de Páscoa. A não ser, meu caro leitor, se você tiver filhos ou algo do gênero. Ou ainda, se importa realmente com a “simbologia” da data, então não tem muito jeito, é meter a mão no bolso e pagar esses custos.

Não entendeu ainda? Então eu desenhei pra você, aqui embaixo (Tabela de 2010).


terça-feira, 19 de abril de 2011

Walden ou A vida nos bosques – Henry David Thoreau



Walden ou A vida nos bosques – Henry David Thoreau

No livro, o autor relata dois anos de solidão vividos nas proximidades do lago Walden, na zona rural da cidade de Concord. Durante esse período, Thoreau não foi propriamente um ermitão, visto que frequentava sua aldeia e também recebia muitas visitas.

Publicado em 1854, Walden é um manifesto poético contra a civilização industrial que ganhou força nos Estados Unidos do século XIX. Diante da maior complexidade da vida social estadunidense derivada do crescimento da industrialização e urbanização, Thoreau propõe o retorno ao simples.

“Walden” é uma proposta prática sobre as possibilidades de uma vida simples. Thoreau retira-se para a floresta, onde constrói sua própria casa e móveis e vive com o mínimo necessário à sobrevivência – sem luxos e em contato intenso com a natureza. Ao mesmo tempo que prova em termos financeiros que uma vida simples é viável, propõe uma nova visão de homem quase mística: em contato com a natureza e com os livros.

Download do livro: Clique aqui!

Dialética da Colonização - Alfredo Bosi



Dialética da Colonização - Alfredo Bosi

Colonização, culto, cultura. Três palavras que se aparentam pela raiz verbal comum. Colonização diz o processo pelo qual o conquistador ocupa e explora novas terras e domina os seus naturais. Culto remete à memória dos deuses e dos antepassados que vencedores e vencidos celebram. Cultura é não só a herança de valores mas também o projeto de um convívio mais humano. A cada conceito responde uma dimensão temporal: o presente, o passado e o futuro.
Em capítulos que vão de Anchieta à indústria cultural, Alfredo Bosi persegue com sensibilidade as formas históricas que enlaçaram colonização, culto e cultura: Dialética da colonização é o resultado deste percurso sui generis na história do pensamento brasileiro

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Cultura da Interface – Como o computador transforma nossa maneira de criar e comunicar – Steven Johnson



Cultura da Interface – Como o computador transforma nossa maneira de criar e comunicar – Steven Johnson

Steven Johnson – um dos mais influentes pensadores do ciberespaço cria neste livro uma ponte entre tecnologia e arte. Ao demonstrar como as interfaces – aqueles botões, figuras e palavras na tela através dos quais controlamos a informação – interferem em nossa vida cotidiana, delineia um exuberante panorama cultural e histórico, no qual as interfaces atuais assumem seu devido lugar na linhagem da inovação artística. Escrito em estilo original e acessível, Cultura da Interface confere nova profundidade à discussão vital sobre como a tecnologia transformou a sociedade, e certamente provocará um amplo debate nos círculos tanto literário como tecnológicos.

Download do livro: Clique aqui!

#MídiasSociais:Perspectivas, Tendências e Reflexões - PaperCliQ



#MídiasSociais: Perspectivas, Tendências e Reflexões - PaperCliQ

Com o intuito de fomentar o debate sobre a comunicação digital, foi lançado o ebook #MidiasSociais: Perspectivas, Tendências e Reflexões. O material busca sistematizar conhecimentos sobre a área, discutindo temas como Monitoramento Online, Transmídia, Assessoria Política, Geolocalização, Novos Modelos de Negócios, CoolHunting etc.

Download do livro: Clique aqui!

domingo, 17 de abril de 2011

O Sentido Do Filme - Sergei Eisenstein



O Sentido Do Filme - Sergei Eisenstein

Essa coletânea de artigos escritos por Eisenstein durante a Segunda Guerra Mundial e publicados em 1942 faz um balanço de sua atividade até então, examinando o passado e projetando-se para o futuro da montagem cinematográfica. Procurando demonstrar que a montagem é uma propriedade orgânica de todas as artes, O Sentido do Filme investiga a relação entre palavra e imagem; a sincronização dos sentidos; as cores e seus significados; e a correspondência entre forma e conteúdo.

Download do livro: Clique aqui!

A Inter-ação Pela Linguagem - Ingedore Villaça Koch



A Inter-ação Pela Linguagem - Ingedore Villaça Koch

É uma obra de Linguística do discurso na medida em que se ocupa das manifestações lingüísticas formuladas por indivíduos concretos, sob determinadas condições de produção. Encara a linguagem como lugar de interação dos membros de uma sociedade que leva ao estabelecimento de vínculos e compromissos e estuda seqüências textuais ou textos inteiros, descrevendo e explicando a capacidade do ser humano de interagir socialmente por meio de uma língua, das mais diversas formas e com os mais variados resultados, assim como as estratégias postas em ação nos "jogos de linguagem".

Download do livro: Clique aqui!

sábado, 16 de abril de 2011

Como Se Faz Uma Tese em Ciências Humanas – Umberto Eco



Como Se Faz Uma Tese em Ciências Humanas – Umberto Eco

“A tese é como um porco: nada se desperdiça”. Reunindo uma sólida erudição, exposta de maneira didática, a um senso de humor que tudo ilumina, Umberto Eco é o autor mais indicado para a árdua e indispensável tarefa de ensinar como se faz uma tese.

Neste manual prático, Eco vale-se de sua enorme experiência acadêmica para esquadrinhar desde os aspectos básicos de uma tese (a escolha do tema e do orientador, as técnicas de pesquisa e fichamento) até as regras de sua redação (chegando mesmo a minúcias de diagramação).

Download do livro: Clique aqui!

Teoria da História – Agnes Heller



Teoria da História – Agnes Heller

O livro traz uma abordagem cerca da Historicidade partindo dos estágios da consciência histórica, presente, passado e futuro, a consciência histórica cotidiana como fundamento da historiografia e da filosofia da história. Em seguida traz a Historiografia como episthémé, tratando das ressalvas introdutórias, o passado, presente e futuro na historiografia, os seus valores, os juízos morais, normas concretas para a pesquisa, teoria e método, princípios organizadores, explicativos e orientadores, a teoria mais elevada e aquela aplicada. Depois traz o sentido e verdade na história e a sua filosofia, abordando a especificidade da filosofia da história, a noção de desenvolvimento universal como categoria fundamental da filosofia da história, as leis históricas universais, objetivo, lei e necessidade, holismo e individualismo, a filosofia da história e a idéia de socialismo. Por fim, traz uma introdução a uma teoria da história observado a condição de resgate, do progresso se ilusão ou não, necessidade da utopia e algumas notas sobre o sentido da existência histórica.

Download do livro: Clique aqui!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O Mundo de Ponta-Cabeça - Christopher Hill



O Mundo de Ponta-Cabeça - Christopher Hill

Dentro da revolução inglesa do século XVII, que resultou no triunfo da ética protestante — a ideologia da classe proprietária — houve a ameaça de uma outra revolução, completamente diferente. Seu sucesso poderia ter estabelecido a propriedade comunal e uma democracia mais ampla, poderia ter derrubado a Igreja estatal e rejeitado a ética protestante.

Os grupos radicais que apresentaram essas propostas — diggers, ranters, levellers, quacres e outros — eram formados por homens e mulheres pobres, sem sofisticação ou educação, e, talvez por isso, raramente suas opiniões foram consideradas a sério. Porém muitas de suas exigências, tradicionalmente descartadas como fantasias impraticáveis, aproximam-se do radicalismo de nosso próprio tempo.

O Mundo de Ponta-Cabeça é um retrato não da evolução burguesa que ocorreu na Inglaterra do século XVII, mas sim dos impulsos para uma radical reviravolta da sociedade, violentamente desejada e temida.


Download do livro: Clique aqui!

1001 Dias que Abalaram o Mundo – Peter Furtado



1001 Dias que Abalaram o Mundo – Peter Furtado

Do Big Bang à recente eleição do primeiro presidente negro dos Estados Unidos – passando por catástrofes naturais, descobertas científicas, escândalos políticos, conquistas sociais, revoluções, guerra e movimentos culturais -, 1001 Dias Que Abalaram o Mundo conta a história da humanidade através de 1001 momentos-chave causados pelas mãos do homem ou pela ação implacável da natureza.

Organizado pelo historiador Peter Furtado e escrito por um time internacional de historiadores, jornalistas e cientistas, este livro é indispensável para qualquer pessoa que queira conhecer e compreender melhor o mundo em que vivemos.

Download do livro: Clique aqui!

quinta-feira, 14 de abril de 2011

O Gaúcho - José de Alencar



O Gaúcho - José de Alencar

"O Gaúcho" é uma história escrita por José de Alencar narrada em terceira pessoa. Conta a história de Manuel Canho, que quer vingar a morte do pai, assassinado, o qual admirava profundamente. Enquanto busca vingança, vive peripércias ligadas à Guerra dos Farrapos, mais particularmente a Bento Gonçalves, e se apaixona por Catita. O autor contempla a paisagem do sul do Brasil em muitos momentos do livro.

Download do livro: Clique aqui!

Prometeu Acorrentado - Ésquilo



Prometeu Acorrentado - Ésquilo

Nesta adaptação de Prometeu acorrentado - tragédia inspirada na mitologia grega - para prosa narrativa podemos conhecer a ira de Zeus, deus dos deuses, quando Prometeu rouba-lhe o fogo para dar aos homens.
Como punição, Prometeu é acorrentado a um rochedo e condenado a ali permanecer por toda a eternidade, tendo como punição a presença diária de uma ave que come seu fígado. Trata-se de um mito grego bastante representativo na leitura do passado e do presente histórico. Seu grande significado está relacionado com a condição humana e a criação da cultura.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Do Diálogo e do Dialógico - Martin Buber



Do Diálogo e do Dialógico - Martin Buber

A obra de Martin Buber, tornou-se internacionalmente conhecida e passou a ser discutida como uma das expressões marcantes do moderno existencialismo religioso e por sua proposta, a partir desta raiz específica, de uma filosofia da Relação, do Encontro e do Dialógico. Eu e Tu veio a ser a referência principal do pensamento buberiano. Sem dúvida é neste livro que ele se concentra de maneira mais sistemática e é deste foco que irradia algumas de suas proposições mais inovadoras. Entretanto, a meditação de Buber, sendo, como é, uma indagação em constante processo de aprofundamento e captação do universo da existência humana como experiência do relacionamento e da revelação de Deus na criatura fenomenal e do homem como ser dia-logal e inter-humano, não está circunscrita a um único escrito, por importante que seja.

Download do livro: Clique aqui!

Conhecimento Prudente para uma vida decente: Um discurso sobre as ciências - Boaventura de Souza Santos (Org.)



Conhecimento Prudente para uma vida decente: Um discurso sobre as ciências - Boaventura de Souza Santos (Org.)

Qual é a relação entre o conhecimento científico e a realidade que ele pretende conhecer? O conhecimento científico representa, descobre, cria ou inventa a realidade que pretende conhecer? Quais os critérios por que se afere a adequação ou a correcção dessa relação? O conhecimento científico aspira à verdade, à eficácia, à verossimilhança, à coerência, à referencialidade? Se as verdades científicas de um dado momento histórico têm sido refutadas em momentos posteriores, há algo mais na verdade do que a história da verdade? O modo como a ciência está organizada e o modo como se realiza na prática interfere no tipo e na validade do conhecimento que se produz? Quais as relações entre a ciência e outras formas de conhecimento? Qual o verdadeiro papel do conhecimento científico? Como devem interagir os cientistas com o "resto da sociedade" nos processos de decisão? Estas são algumas das questões analisadas neste livro.

Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Para Uma Filosofia do Ato - Mikhail Bakhtin



Para Uma Filosofia do Ato - Mikhail Bakhtin

"Para uma filosofia do ato responsável" foi escrito em meados da década de 1920. Permaneceu inacabado e sem título até ser publicado em 1986 com o nome russo de "K filosofii postupka". Diferentemente da direção tomada pela modernidade, que construiu um indivíduo egoísta, a construção da unicidade singular em Bakhtin exige a alteridade e o compromisso com o outro; uma singularidade em ligação com a vida do universo inteiro, que inclui na sua finitude o sentido do infinito. É possível conhecer o singular?

Download do livro: Clique aqui!

Televisão - Ciro Marcondes Filho



Televisão - Ciro Marcondes Filho

A história da televisão e a sua influência têm que ver com a experiência do homem de olhar objetos, cenas, a natureza e buscar, através disso, algum tipo de resposta, satisfação, distração e conhecimento. Este livro analisa o fenômeno da televisão como o meio que permite assistir não só a mundos que são fabricados em estúdios, mas também ao mundo marcado pela diversidade.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Histórias do Cotidiano - Mary Del Priore



Histórias do Cotidiano - Mary Del Priore

Histórias do Cotidiano é um livro como poucos. Trata-se de uma coletânea de artigos escritos para o jornal, agrupados em cinco capítulos temáticos: "corpo", "família", "convívio", "mulher", "crianças, jovens e velhos". Entretanto, ao invés de enfocar o extraordinário, o diferente e o novo, eles preferem falar da riqueza que está mais próxima das pessoas, impregnada da aparente banalidade do cotidiano. A própria autora afirma que, muitas vezes, é nas pequenas coisas que julgamos indignas de conhecer, que encontramos a maior fonte de curiosidade. E nesse livro são justamente essas "pequenas coisas", as coisas do cotidiano, que são abordadas. As histórias apresentadas nesta obra se pretendem uma troca de informações, mas também de sentimentos.

Download do livro: Clique aqui!

O Mundo de Homero - Pierre Vidal-Naquet



O Mundo de Homero - Pierre Vidal-Naquet

Homero é o poeta fundador da literatura ocidental. Pode-se mesmo dizer que, de um modo ou de outro, quase tudo o que se escreveu depois tem relação com seus poemas.
Homero não é, entretanto, um autor bem conhecido. Discute-se, por exemplo, se seu nome encobre um, dois ou até diversos poetas, além de, também, a relação de seus textos com a realidade histórica. No século passado, Schliemann pensava ter descoberto o sítio exato de Tróia na colina turca de Hissarlik. Hoje os arqueólogos e os historiadores não têm tanta certeza, mas, em compensação, outros aspectos da sociedade grega arcaica, como o surgimento da pólis, são compreendidos de forma mais adequada.
Dirigindo-se tanto ao especialista como ao leitor comum, Vidal-Naquet apresenta uma síntese das principais questões relacionadas à identidade de Homero e à Grécia antiga.

Download do livro: Clique aqui!

domingo, 10 de abril de 2011

História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal – Alexandre Herculano



História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal – Alexandre Herculano

Nesta obra, Herculano lança luz sobre muitos aspectos de nossa origem histórica que, com certeza, ajudam a iluminar o nosso presente e entendê-lo melhor. Ao contrário do que seus detratores ultramontanos disseram, não é uma obra anticlerical, nem antipapista. Aponta sim, mazelas que corroíam a Igreja, mas que corroíam também Portugal e Espanha.

Download do livro: Clique aqui!

Império do Café - A Grande Lavoura no Brasil - 1850-1890 - Ana Luzia Martins



Império do Café - A Grande Lavoura no Brasil - 1850-1890 - Ana Luzia Martins

Apesar das excelentes qualidades atribuídas à fruta exótica do Oriente, não foi fácil a aceitação do café nos centros civilizados europeus no século XVI. A começar pela sua origem. Procedente da Abissínia (Etiópia), ao norte da África, terra de muçulmanos, exatamente da região de Kaffa, de onde lhe vem o nome, o café era identificado como alimento procedente do lado herege do mundo, associado a um "estimulante pecaminoso", consumido por elementos pagãos que se opunham à religião católica. Neste livro, Ana Luiza Martins transcreve a introdução da cultura cafeeira no Brasil e suas conseqüências. a passagem do trabalho escravo para o trabalho livre, além da queda da monarquia. Expõe ainda a importânicia das ferrovias e o desenvolvimento das cidades e das regiões cafeeiras, como também apresenta documentos de fazendeiros, colonos e cronistas estrangeiros.

Download do livro: Clique aqui!

sábado, 9 de abril de 2011

O Comportamento Verbal - B. F. Skinner



O Comportamento Verbal - B. F. Skinner

Na visão de Skinner, os sons emitidos durante a fala são uma espécie de comportamento. Essas respostas de comportamento verbal podem ser reforçadas pela emissão de outros sons ou por gestos, do mesmo modo que o comportamento de pressionar a barra pode ser reforçado pelo alimento. O comportamento verbal requer a interação entre duas pessoas, um falante e um ouvinte. O falante emite uma resposta (um som) e o ouvinte o reforça, e não o reforça ou pune pelo que ele falou. Desse modo, o ouvinte controla o comportamento subsequente do falante. Por exemplo: se a cada vez que o falante pronunciar determinada palavra o ouvinte sorrir, sua atitude aumentará a probabilidade de o falante usar novamente essa palavra. Se o ouvinte franzir a testa, fizer um gesto hostil com a mão ou um comentário maldoso, aumentará a chance de o falante evitar o uso dessa palavra.

Download do livro: Clique aqui!

Gênero e Ciências Humanas - Neuma Aguiar (Org.)



Gênero e Ciências Humanas - Neuma Aguiar (Org.)

Gênero e Ciências Humanas apresenta um balanço das disciplinas em que tem surgido uma produção significativa sobre estudos de mulheres e de género - Sociologia, Antropologia, Demografia, Economia, História, Psicanálise e Literatura -, e empreende um debate teórico que possibilita a revisão dos conceitos de sexo, gênero e mulher, discutindo as suas ambiguidades e avanços no contexto científico. Organizado por Neuma Aguiar, o livro permite identificar a principal dificuldade desse campo de conhecimento, além de ajudar na discussão das permissas do feminismo nas universidades.

Download do livro: Clique aqui!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Mao – Sobre a Prática e a Contradição - Slavoj Zizek



Mao – Sobre a Prática e a Contradição - Slavoj Zizek

Líder máximo da Revolução Chinesa, Mao Tsé-Tung produziu documentos em que esboçava uma teoria revolucionária de análise da realidade. Os escritos passaram a integrar o ideário da esquerda em um momento de grande efervescência social. Esta coletânea reúne textos de um dos maiores líderes políticos do século XX e desvenda alguns dos mistérios que cercam a construção de uma das potências mundiais do nosso tempo.

Para este livro o filósofo e sociólogo Slavoj Zizek escreveu uma apresentação surpreendente, que leva o leitor a refletir como este pensador continua a inspirar a produção de novas idéias. Zizek nasceu na capital da Eslovênia. Tornou-se internacionalmente conhecido pela radicalidade de suas análises sobre a cultura e a política no mundo contemporâneo.

Download do livro: Clique aqui!

Classes, Raças e Democracia - Antonio Sérgio Alfredo Guimarães



Classes, Raças e Democracia - Antonio Sérgio Alfredo Guimarães

Abordando temas controversos — como raça e racialismo, democracia racial e estratificação, classes sociais e identidade, movimento negro, preconceito e nomenclatura —, este livro traça, de forma provocante e informativa, um panorama abrangente das diversas obras, personagens, teorias e debates que compõem a história das ideias sobre classes e raças no Brasil.

"É um daqueles livros capazes de desarrumar a cabeça dos leitores." (Elio Gaspari)

Download do livro: Clique aqui!

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Traçando Novos Rumos: o Brasil em um Mundo Multipolar - Ipea e Instituto Policy Network



Traçando Novos Rumos: o Brasil em um Mundo Multipolar - Ipea e Instituto Policy Network

Em um mundo marcado pela crescente interdependência global, compreender como as tendências internacionais afetam a conjuntura local, e vice-versa, é uma tarefa essencial para o êxito de qualquer país.
É missão do Ipea “produzir, articular e disseminar conhecimento para aperfeiçoar as políticas públic as e contribuir para o planejamento do desenvolvimento brasileiro”. Nesta esteira, é crucial para o Ipea ajudar a perseguir e divulgar os princípios e ideais do Estado nacional democrático, do planejamento governamental participativo e das próprias políticas públicas como veículos para o desenvolvim ento econôm ico e social, tanto no âmbito local como no global.

Download do livro: Clique aqui!

Dinâmica Urbano-Regional - Rede Urbana e suas Interfaces - Rafael Henrique Moraes Pereira e Bernardo Alves Furtado (Org.s)



Dinâmica Urbano-Regional - Rede Urbana e suas Interfaces - Rafael Henrique Moraes Pereira e Bernardo Alves Furtado (Org.s)

O presente livro traz uma grande contribuição para o conhecimento e entendimento da realidade urbana e territorial brasileira, que são indissociáveis, e para a ar ticulação do planejamento e das políticas públicas nas diferentes instâncias governamentais, também ser vindo como guia para o setor empresarial e para o conjunto da sociedade. Ele trata, por tanto, de temas contemporâneos de altíssima relevância estr utural e política para o Brasil, pelas suas implicações econômicas, sociais e territoriais.

Download do livro: Clique aqui!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Realidade e Cognição - João Paulo Monteiro



Realidade e Cognição - João Paulo Monteiro

Em meio a realidade do mundo, um ser mortal luta para sobreviver. Uma das armas relevantes nessa luta é a capacidade de saber como é o mundo, pelo menos quanto aos nichos onde esse ser precisa perdurar como organismo vivo. Esse organismo e um ser natural em meio à natureza, e nenhuma faculdade supranatural existe para dar-lhe acesso a qualquer saber. Por isso ele se vê obrigado a conjecturar, desde que nasce até quando morre, sobre as contingências da vida - as pedras e as árvores do planeta onde vive, os outros organismos que também o habitam, os seres da mesma espécie, com alguns dos quais se organiza em grupos que são outros tantos instrumentos de sobrevivência, e depois precisa conjecturar sobre os comportamentos dos outros, as formas culturais próprias de seu grupo e dos outros, sobre a história que foi atravessada por esses grupos, e até mesmo sobre seu destino e o dos outros, o sentido de sua vida, o sentido da existência.

Download do livro: Clique aqui!

A Filosofia e o Espelho da Natureza - Richard Rorty



A Filosofia e o Espelho da Natureza - Richard Rorty

A tese central de Rorty consiste em mostrar como a filosofia moderna foi em grande parte dominada por uma idéia básica: o pressuposto de que a mente se caracteriza por 'espelhar' a natureza, o que garantiria a possibilidade do conhecimento, da representação correta da realidade. Examina como alguns dos princípios filosóficos desse período, de Descartes , seu originador, passando por Locke, Leibniz e Hume, até Kant, pretenderam discutir, elaborar e defender essa idéia central e adotaram, de uma maneira ou de outra, a epistemologia como área central da filosofia.

Download do livro: Clique aqui!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Pequeno Manual de Inestética - Alain Badiou



Pequeno Manual de Inestética - Alain Badiou

Didatismo, romantismo e classicismo são os esquemas possíveis do entrelaçamento entre arte e filosofia, sendo o terceiro termo a educação dos sujeitos. Ora, o que a meu ver caracteriza o século recém-terminado é que, embora tenha experimentado a saturação desses três esquemas, não introduziu um novo. O que tende a produzir hoje uma espécie de desenlaçamento dos termos, um des-relacionamento desesperado entre arte e filosofia, e a queda pura e simples daquilo que circulava entre elas: o tema educativo. Daí decorre a tese em torno da qual esta pequena obra não passa de uma série de variações: à vista de tal situação de saturação e fechamento, deve-se tentar propor um novo esquema, um quarto modo de entrelaçamento entre filosofia e arte.

Download do livro: Clique aqui!

História e Consciência de Classe – Estudos Sobre a Dialética Marxista - Georg Lukacs



História e Consciência de Classe – Estudos Sobre a Dialética Marxista - Georg Lukacs

O legendário livro de Lukács exerceu sua primeira e profunda influência sobre a jovem inteligência como expressão teórica das transformações histórico-mundiais dos anos 20. Lukács deparava messiânica e efusivamente a dialética marxista: "Não é o predomínio de motivos econômicos na explicação da história que distingue de maneira determinante o marxismo da ciência burguesa, mas o ponto de vista da totalidade." Conferir à totalidade uma posição central em contraste com a prioridade do econômico correspondia à crítica radical de esquerda às posições da socialdemocracia.

Download do livro: Clique aqui!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Introdução à Filosofia da Arte - Benedito Nunes



Introdução à Filosofia da Arte - Benedito Nunes

Neste livro, Benedito Nunes mostra como se deu a construção da idéia da arte em Aristóteles e Platão para analisar os principais filósofos de arte contemporâneos. Atenta com mais acuidade para o modernismo, o movimento antropofágico e a crítica do século XIX até fins do século XX no Brasil.

Download do livro: Clique aqui!

Heidegger & Ser e Tempo - Benedito Nunes



Heidegger & Ser e Tempo - Benedito Nunes

Martin Heidegger (1889-1976), nascido na Alemanha, professor da Universidade de Freiburg im Brisgau e seu reitor de 1933 a 1934, é um dos raros filósofos modernos cuja obra apresenta singular crescimento póstumo: Heidegger morreu com as gavetas abarrotadas de inéditos, que começaram a ser editados a partir de 1978 – fato gerador de uma terceira fase da recepção de seu pensamento.

Download do livro: Clique aqui!

domingo, 3 de abril de 2011

As Utilizações da Cultura : Aspectos da Vida da Classe Trabalhadora - vol.2 - Richard Hoggart



As Utilizações da Cultura : Aspectos da Vida da Classe Trabalhadora - vol.2 - Richard Hoggart

Este livro continua com o estudo sobre as modificações que se deram na cultura das classes proletárias durante os últimos trinta ou quarenta anos, e de modo especial aquelas que podem ser atribuídas à influência das publicações de massa.

Download do livro: Clique aqui!

As Utilizações da Cultura:Aspectos da Vida da Classe Trabalhadora - vol.1 - Richard Hoggart



As Utilizações da Cultura : Aspectos da Vida da Classe Trabalhadora - vol.1 - Richard Hoggart

Herbert Richard Hoggart (24 de setembro de 1918) é um sociólogo britânico, cuja carreira abrangeu os domínios da sociologia , literatura e estudos culturais.
Neste livro, o autor estuda as modificações que se deram na cultura das classes proletárias durante os últimos trinta ou quarenta anos, e de modo especial aquelas que podem ser atribuídas à influência das publicações de massa.

Download do livro: Clique aqui!

sábado, 2 de abril de 2011

Liberdade de Impresa - Karl Marx



Liberdade de Impresa - Karl Marx

Para Karl Marx a história da humanidade é a história da luta do homem pela liberdade. E a liberdade por ele sonhada é a busca para se escapar da necessidade. "O reino da liberdade começa onde termina o reino da necessidade". Em termos de mundo contemporâneo, talvez o reino da liberdade seja o reino do tempo livre, aquele que você não vende.

Download do livro: Clique aqui!

Dicionário de Lógica - Leonidas Hegenberg



Dicionário de Lógica - Leonidas Hegenberg

É um livro primordial para todos aqueles que se dedicam ao estudo da Lógica, da Filosofia, da Linguagem e da Matemática. É o único dicionário publicado em português sobre o assunto.

Download do livro: Clique aqui!

Download do programa para abrir o arquivo djvu: Clique aqui!