Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sábado, 26 de março de 2011

As Paixões e os Interesses - Albert O. Hirschman



As Paixões e os Interesses - Albert O. Hirschman

Para Albert O. Hirschman, a história do pensamento econômico está fundamentada na crença de que o capitalismo desperta certas tendências benignas do homem à custa de algumas malignas. Inspirado pelo argumento de Montesquieu, que associava as paixões à maldade das pessoas, tendo elas, ao mesmo tempo, “interesse em não sê-lo”, Hirschman apresenta em AS PAIXÕES E OS INTERESSES uma análise original e transdisciplinar que transcende a Economia. Ao lidar com a história das idéias na sociedade capitalista, o autor nos mostra os fundamentos ideológicos do capitalismo de uma forma inovadora, apesar de os conceitos básicos destes remontarem a mais de duzentos anos. Para ilustrar o seu complexo painel de idéias, Hirschman visita imagens clássicas, como a do Mefisto no Fausto de Goethe, quando este se autodefine como “uma parcela daquela força que sempre determina o mal e sempre produz o bem”. Hirschman oferece aqui uma nova interpretação para a ascensão do capitalismo, que enfatiza as continuidades entre o velho e o novo, em contraste com a hipótese da brusca ruptura, característica tanto do pensamento marxista quanto do weberiano. Para retratar esta lenta mudança ideológica, Hirschman se baseia nas obras de vários pensadores, destacando sir James Steuart e Adam Smith. Ao contrário de obras importantes como The Strategy of Economic Development, que serviu a Hirschman para contestar teorias diversas sobre o equilíbrio econômico, este ensaio não pretende, segundo o próprio autor, contradizer qualquer outra tese intelectual em particular.

Download do livro: Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.