Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A Origem da Linguagem - Eugen Rosenstock-Huessy



A Origem da Linguagem - Eugen Rosenstock-Huessy

Em seu livro A origem da linguagem, o filósofo Eugen Rosenstock-Huessy (1888-1973) desenvolve uma linha de pensamento baseada na linguagem humana tomada por seu caráter sacramental. E essa idéia poderosa eleva a linguagem mais do que um “produto social”, fazendo-a uma força operante na manutenção da história humana.

Rosenstock-Huessy diz que a linguagem possui “quatro doenças” que se manifestam em quatro formas de vida onde há a ausência de diálogo entre as pessoas. Essas formas de vida são vistas sob o ponto de vista dos fenômenos político-sociais contemporâneos, que são: a Guerra, a Crise, a Revolução e a Decadência.

Quando indivíduos e/ou países estão em guerra, enfrentam uma crise, sofrem uma revolução ou passam por uma decadência, é porque, de alguma forma, diz o filósofo, faltou diálogo e entendimento na sociedade para que esses fatores não ocorressem. Por isso, para que as pessoas não sofram pela falta de comunicação, o filósofo apresenta quatro “remédios” para esses problemas. A Paz, o Crédito, a Ordem e o Rejuvenescimento. A linguagem viva opera nesses caminhos da saúde.

Download do livro: Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.