Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

domingo, 25 de janeiro de 2009

Teoria do desenvolvimento econômico

Schumpeter é uma das figuras mais destacadas da teoria econômica moderna. Depois de estudar Direito em Viena (1901-1906), trabalhou como advogado no Tribunal Internacional do Cairo. Em 1909, graduou-se em Viena com um estudo sobre a metodologia sistemática da ciência econômica. Ficou famoso em 1912 com a sua "teoria do desenvolvimento econômico". Schumpeter considerava que as crises conjunturais não obedeciam apenas a fatores externos (guerras, más colheitas), mas estavam igualmente relacionadas com a atividade empresarial, com o sistema de créditos e com a tecnologia que, em sua opinião, eram causas diretas do desenvolvimento econômico. Após ser professor em Graz, entre 1919 e 1920, foi ministro das Finanças da Áustria. De 1925 até 1932, quando emigrou para os Estados Unidos, ministrou aulas em Bonn e, a partir de 1932, na Universidade de Harvard. Em seus escritos Sobre as Formas Econômicas e Sociais do Capitalismo, Os Ciclos Econômicos (1939) e Capitalismo, Socialismo e Democracia (1934), prognosticou a transição a longo prazo para um socialismo marxista não-dogmático, por força da crescente monopolização, que acabaria por debilitar a capacidade de inovação das empresas. Deixou inacabada a sua obra História da Análise Econômica.

Nossa opinião: Schumpeter é sinônimo de inovação. Um dos primeiros estudiosos a abordar o tema, afirmava (e, até a atualidade, continua sendo uma verdade inescapável)que o detentor do processo inovativo é quem terá poder e capacidade de barganhar. Assim, pode o "empreendedor" se questionar: Por quanto tempo terei lucro? Dependerá do tempo de segredo de sua inovação. Sobre este último, é sempre importante salientar que a inovação recebeu nos últimos tempos um epíteto de apenas coisas e processos produtivos novos, o que não vem a ser totalmente verdade.
No nosso entender, inovação significa o aproveitamento de recursos ociosos que condizem com a realidade de cada necessidade, principalmente, dentro das organizações, que inseridas no sistema capitalista, buscam o lucro.

http://www.4shared.com/file/82442397/9c783407/Joseph_Alois_Schumpeter_-_Teoria_Do_Desenvolvimento_Econmico__Os_Economistas_.html?dirPwdVerified=2aa3f7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.