Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

domingo, 5 de setembro de 2010

Sobre a Modernidade - Charles Baudelaire



Sobre a Modernidade - Charles Baudelaire

Autor dos conhecidos poemas "As flores do mal", Charles Baudelaire foi também o maior crítico de arte de seu tempo. Perseguido pela obsessão de formar uma consciência estética, Baudelaire tem idéia clara sobre a função crítica. Ela não deve ser fria e algébrica, nem desprovida de amor e ódio. Tampouco deve exprimir a condescendência dos floreios e gentilezas. A crítica justa - única possível - é parcial, apaixonada e política. O universo é subjetivo e é subjetivamente que Baudelaire recusa ou elogia um artista. Sabe mostrar-se irritado e apaixonado e joga-se por inteiro nos seus artigos sobre as artes. É principalmente por ter sido um precursor da estética moderna que Baudelaire aparece como marco obrigatório de referência a todos os que pensam a modernidade hoje.

Download do livro: Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.