Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sábado, 24 de julho de 2010

Diário de Moscou - Walter Benjamin



Diário de Moscou - Walter Benjamin

O diário foi escrito durante a estadia de Benjamin em Moscou, no inverno de 1926-1927, e registra os encontros com Asja Lacis, diretora de teatro comunista, que Benjamin conhecera em 1924, em Capri. Consta que a influência de Lacis sobre Benjamin o teria levado a aproximar-se do marxismo.

Em 1931, após o fim de seu casamento de treze anos com Dora Pollak e o fracasso de sua relação com Asja Lacis, que havia sido a causa do divórcio, Benjamin iniciou um diário "de 17 de agosto de 1931 até o dia da morte", registrando na primeira página uma nota amarga: "Este diário não promete ser muito longo". No ano seguinte, Benjamin chegou a escrever seu testamento, e tudo leva a crer que planejava suicidar-se em seu quadragésimo aniversário (15 de julho). Foi nesse período, depois de desistir do suicídio, que ele abandonou o texto da Crônica Berlinense (Berliner Chronik) e iniciou a Infância Berlinense por volta de 1900 (Berliner Kindheit um Neunzehnhundert)

Download do livro: Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.