Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Hegel - A Razão Quase Enlouquecida - Leandro Konder



Hegel - A Razão Quase Enlouquecida - Leandro Konder

(...) Resolvi organizar a exposição do tema deste volume em torno desse conceito fascinante, perturbador, que marca tão profundamente o marxismo e o pensamento contemporâneo em geral.
As páginas que se seguem pretendem funcionar como uma introdução a Hegel, mas, ao mesmo tempo, dispõem-se a introduzir os leitores a um determinado Hegel. O filósofo a que dedicamos nossa atenção mais especial — o pensador que teve a
suprema audácia de transformar a dialética numa razão — é um alemão distanciado de nós (falecido há um século e meio), mas é, sobretudo, alguém que tem coisas da maior importância para nos dizer, a nós, brasileiros, hoje. É um homem que vai fundo na reflexão sobre o sentido da história, sobre a política e a cultura, sobre o racional e o irracional na vida humana.
Sua obra tem tudo a ver conosco, com nossas preocupações mais imediatas. E foi para sublinhar essa afinidade que coloquei no início de cada capítulo uma epígrafe extraída dos clássicos da música popular brasileira. Tenho a impressão de que, se tivesse tido a oportunidade de conhecer o Brasil atual, se tivesse podido penetrar na riqueza da MPB, o velho Hegel apreciaria essa homenagem.

Download do livro: Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.