Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sexta-feira, 26 de março de 2010

A Autoridade e o Indivíduo - Bertrand Russell



A Autoridade e o Indivíduo - Bertrand Russell

COESÃO SOCIAL E NATUREZA HUMANA

O problema fundamental que tenho em vista considerar nestas conferências é este: como podemos combinar o grau de iniciativa individual, necessária para o progresso, com o grau de coesão social que é necessário para a sobrevivência? Começarei com o estudo dos impulsos da natureza humana que possibilitam a cooperação social. Examinarei em primeiro lugar as formas que esses impulsos assumiram nas comunidades muito primitivas, e depois as adaptações que foram ensejadas pelas organizações sociais gradualmente cambiantes da civilização em desenvolvimento. Em seguida examinarei o grau e intensidade da coesão social em várias épocas e lugares, conducentes às comunidades dos dias atuais e às possibilidades de ulterior desenvolvimento em futuro não muito remoto. Após esta análise das forças que mantém a sociedade coesa, tratarei de outro aspecto da vida do Homem nas comunidades, isto é, a iniciativa individual, mostrando o papel que ela tem desempenhado nas várias fases da evolução humana, o papel que desempenha nos dias atuais, e as possibilidades futuras de muita ou pouca iniciativa por parte de indivíduos e grupos. Prosseguirei com um dos problemas básicos da atualidade, a saber, o conflito que a tecnologia moderna acarretou entre a organização social e a natureza humana a tecnologia moderna acarretou entre a organização social e a natureza humana, ou, em outras palavras, o divórcio do móvel econômico em relação aos impulsos de criação e posse. Uma vez enunciado este problema, examinarei quais as alternativas para a sua solução, e por fim, examinarei, do ponto de vista da ética, toda a relação do pensamento, esforço e inventiva pessoais para com a autoridade da comunidade.

Download do livro: Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.