Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Seca e Poder - Celso Furtado



Seca e Poder - Celso Furtado

Celso Furtado parte do diagnóstico de uma densidade populacional na zona semi-árida do Nordeste que não corresponde à sua capacidade de produção. "Não há nenhuma região semi-árida do mundo tão povoada como o Nordeste."

O autor prega uma modificação na estrutura agrária através de projetos de irrigação em pequenas áreas de terra para a produção de alimentos. "A água não é problema. A questão é a quem ela se destina. O projeto de irrigação dizia que o dinheiro posto pelo governo teria de ser de interesse social, não seria para reforçar o que existe como estrutura agrária. No Brasil, o tema rios ou águas não pode ser adequadamente explorado se não englobar a questão da seca, parte dessa nossa realidade composta de características opostas, assimetrias, desigualdades.

Em suma, trata-se de uma entrevista conduzida por Maria da Conceição Tavares, Manuel Correia de Andrade e Raimundo Rodrigues Pereira, realizada com o economista Celso Furtado no dia 24 de agosto de 1998 e transformada em livro no mesmo ano, onde o autor expõe opiniões e propostas, mesclando vivência, conhecimento teórico e prático sobre o assunto e as relações dessa questão com temas tais como mercado, capitalismo e globalização, clientelismo e modernidade, além do movimento dos trabalhadores sem-terra.

Download do livro: http://www.4shared.com/file/131798411/57d26b29/seca_e_poder.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.