Notícia Importante

Amigas e Amigos,

Alguns blogs vem sendo apagados repentinamente pelo Google. Esperamos que isso não aconteça com este blog, pois nossa tarefa aqui é a de oferecer informação e reflexão. Desta forma, como precaução e na perspectiva de continuar a disseminar as vertentes instrumentalizadas em forma de livros, revistas e artigos que existem e promovem o desenvolvimento, recomendamos que insira em seus favoritos nosso endereço paralelo:


Desenvolvimento em questão


Faça os Pedidos e Avisos de Links Quebrados em Comentários no WordPress


Atenciosamente,

Marcos Paulo

sábado, 1 de agosto de 2009

Infra-estruturas em energia e transportes e crescimento econômico na China - Elias Marco Khalil Jabbour



Infra-estruturas em energia e transportes e crescimento econômico na China - Elias Marco Khalil Jabbour

A crise financeira que assolou a Ásia no ano de 1997 demonstrou que a China possuía, igualmente seus vizinhos asiáticos, problemas em sua estrutura econômica e financeira.

Os chineses reagiram a esta crise implementando uma política que contemplasse a expansão de sua demanda doméstica e a formação nas próximas décadas de uma economia continental que consolidasse o poder estatal sob o território e a sociedade do país. As condições objetivas para esse enfrentamento foram criadas ao longo de 20 anos de política de Reforma e Abertura: capacidade produtiva, sistema de intermediação financeira e o efetivo controle do Estado Nacional em todos os terrenos da governança chinesa.

O verificado alavancamento dos investimentos nas infra-estruturas em energia e transportes constitui, assim, meio para abrir um novo ciclo de desenvolvimento econômico com expansão considerável de sua demanda doméstica e ao mesmo tempo viabilizar a formação de uma economia continental com impactos no mundo semelhantes aos verificados no momento em que os Estados Unidos da América consolidaram seu atual território na segunda metade do século XIX.

Download do livro (zipado): http://www.eumed.net/libros/2009b/547/547.zip

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua crítica, pedido ou sugestão. Obrigado.